Reservas antecipadas do livro e contato com os autores email: leidaatracao@terra.com.br
Saiba mais sobre os autores Carlos Torres & Sueli Zanquim e suas obras.

Seus livros já venderam mais de 170.000 exemplares no Brasil e na Europa e mudaram a vida de milhares de pessoas. A venda no site oficial ou nas melhores redes de livrarias como Saraiva, Livraria Cultura, Fnac, Bertrand, Amazon, Wooks, Chiado, Martins Fontes e outras.

28 de fevereiro de 2009

JERUSALÉM - A TERRA MÃE POR C.TORRES

A HISTÓRIA DE JERUSALÉM É MUITO ANTIGA, MUITO RICA, INTENSA E CONTROVERSA. NUNCA NINGUÉM DESCOBRIRÁ A VERDADE SOBRE OS ENIGMAS DESSA CIDADE TÃO IMPORTANTE PARA OS CRISTÃOS, JUDEUS E ISLÂMICOS.



MAS QUANDO SE CHEGA PERTO DO DOMO DA ROCHA, AONDE SE ENCONTRA A PEDRA FUNDAMENTAL DE ABRAÃO, A PEDRA AONDE DEUS MANDOU QUE O GRANDE PATRIARCA SACRIFICASSE SEU FILHO ISAAC DEPOIS DE SAIR DE UR DOS CAUDEUS E SEGUIR RUMO A TERRA PROMETIDA E CANAÃ ONDE DEVERIA PARAR E COMPROVAR A SUA FÉ EM DEUS, DA MANEIRA MAIS DIFÍCIL QUE UM HOMEM PODE IMAGINAR.

ABRÃO QUE POR ORDEM DE DEUS SE TORNOU DEPOIS ABRAÃO (QUE SIGNIFICA PAI DE MUITOS). SEGUIU CONFIANTE E COM OS CHAMADOS E AS ORDENS ORDENS DE MELQUESEQUE CHEGOU ATÉ O MONTE QUE HOJE CONHECEMOS COMO MONTE DAS OLIVEIRAS, DESCEU A COLINA E CHEGOU ATÉ O LOCAL SAGRADO , O MONTE MORIAH DA COMO ERA CHAMADO NA ÉPOCA, AONDE SE ENCONTRA O DOMO HOEJ. A PEDRA FUNDAMENTAL É O PONTO X DE TUDO QUE ALI EXISTIU, EXISTE E EXISTIRÁ. FOI O MARCO, A COMPROVAÇÃO QUE ABRAÃO COMO DESCENDENTE DIRETO DE NOÉ, O SOBREVIVENTE DO GRANDE DILÚVIO DE ATLÂNTIDA, SERIA SIM O PAI DE MUITAS NAÇÕES E PARTIR DELE, ISAAC E JACOB, SEUS FILHOS, GERMINARIA UMA INFINITA DESCENDÊNCIA E POVOARIA TODAS AS TERRAS POSSÍVEIS.DIZEM QUE ALI ESSA PEDRA COM MAIS DE 5 METROS DE DIÂMETRO LEVITA POIS ALI EXISTE UM DOS CAMPOS ELETROMAGNÉTICOS MAIS PODEROSOS DO PLANETA, ALI DESCE AO CENTRO DA TERRA , UM VORTICE ENERGÉTICO, COMO UM GRANDE ESPIRAL ESPIRITUAL, UMA ENERGIA TELÚRICA INCAUCULÁVEL QUE EMANA O MAIS SUBLIME FORMA DE AMOR INCONDICIONAL. COM ESSA FORÇA PODEMOS TRANSFORMAR O MUNDO NUM MUNDO DE PAZ E PROSPERIDADE, MAS AO MESMO TEMPO SE UTILIZARMOS ESSA MESMA FORÇA PELO PRISMA DO MEDO, DO ÓDIO E DA GANÂNCIA PODEMOS CRIAR UM MUNDO DE DESORDEM E GUERRAS. ALI REALMENTE SENTE-SE ALGO MUITO FORTE, PODE EXPLODIR AMOR EXTREMO E AO MESMO TEMPO GUERRAS INTERMINÁVEIS. ALI SENTE-SE A PRESENÇA DO SACERDOTE DO REI ALTISSÍMO, MELQUESEDEQUE, O REI DO FUNDO, O FUNDADOR E REI DE SALÉM, A PRÓPRIA JERUSALÉM, SUA PRESENÇA ESTÁ ALI, SENTI ESSA FORÇA E MUITOS OUTROS QUE ESTAVAM CONOSCO TAMBÉM SENTIRAM. NUNCA PENSEI QUE SENTIRIA ALGO ASSIM, ATÉ PORQUE NUNCA FUI TÃO LIGADO AOS CONTOS RELIGIOSOS, "MAS O VELHO TESTAMENTE É MESMO MAGNIFICO'.

MAS ESSA EXPERIÊNCIA VAI MUITO ALÉM DE QUALQUER DOGMA RELIGIOSO, COMO DIZ A MÁXIMA DA TEOSOFIA. "NENHUMA RELIGIÃO É SUPERIOR A VERDADE", ENTÃO, SE PUDESSE DESCREVER O SENTIMENTO DE ESTAR NAQUELE LOCAL, PODERIA DESCREVER DESSA FORMA, A MANIFESTAÇÃO DA VERDADE PORQUE ESSA É UMA SÓ NÃO EXISTE DUAS. APESAR DE DIFERENÇA GRITANTE ENTRE TODOS QUE ALI PASSAM, SUAS DIFERENTES CRENÇAS E DOUTRINAS RELIGIOSAS, A VERDADE É E SEMPRE SERÁ UMA SÓ.

DISPONIBILIZO UM POUCO DO QUE CONSEGUIMOS FILMAR NAQUELE LOCAL, POIS ALI A SEGURANÇA É EXTREMA, PARA ADENTRAR NA PARTE SUPERIOR DO TEMPLO E SE APROXIMAR DO DOMO DA ROCHA É NECESSÁRIO PASSAR POR 3 SCANNERS, MUITOS SOLDADOS FORTEMENTE ARMADOS, SOLDADOS DO ISLÃ QUE HOJE TEM O DOMINIO DO GRANDE DOMO DESDE 2003, FICAM NAS SUAS COSTAS, NÃO DEIXAM SEQUER ENCOSTAR NAS PAREDES DO TEMPLO, COMPREENSÍVEL, PORÉM EXAGERADO, MAS TUDO BEM.

ESPERO QUE COMPARTILHEM COMIGO ESSA EXPERIÊNCIA. DIGO PARA TODOS, SE TIVEREM A OPORTUNIDADE DE IR ATÉ ESSE LOCAL UM DIA QUE O FAÇAM, AFINAL DE ALGUMA FORMA TODOS OS CRISTÃOS, JUDEUS E MUÇULMANOS SÃO DESCENDENTES DO GRANDE PATRIARCA ABRAÃO E ELE COMO MOISÉS E JESUS SEGUIRAM MANDAMENTOS CONFORME AS ORDENS DE MELQUESEDEQUE COMO DESCRITO NA BÍBLIA. O MESMO PAI, ESTAR NESSE LOCAL PARA MIM COMPRAVA ISSO. "VIDA PRÓSPERA E LONGA A TODOS.'

"Porque Melquisedeque, rei de Salem, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão quando este regressava da vitória contra os reis, e o abençoou, a quem também Abraão separou o dízimo de tudo; sendo primeiramente, por interpretação do seu nome, 'Rei de Justiça', e depois também 'Rei de Salem', que é 'Rei de Paz'; sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre." - Hebreus, 7:1-3

ASSISTA AOS VIDEOS ABAIXO:

JERUSALÉM PARTE 1: (domo da rocha)


JERUSALÉM PARTE 2: (muro das lamentações)


JERUSALÉM - PARTE 3 ( via crucis)


27 de fevereiro de 2009

MASSA CRÍTICA

O planeta vivi um momento muito especial, as pessoas que escolheram estar aqui encarnados, neste período, sabiam que presenciariam algo extraordinário. Diversos ciclos estão sendo concluídos nestes tempos, e nós poderemos extrair destes eventos todo potencial disponível para cada um. Ninguém é especial, ao mesmo tempo que ninguém é substituível. Todos temos algo de muito pessoal e essencial para oferecer a este momento. Todos fazemos parte de uma grande família que pretende desabrochar. A humanidade está numa etapa onde devemos vivenciar nossa luz com todo seu potencial, estar encarnado significa estar tendo a oportunidade de ascender. Com a chegada do fim do ciclo Maia em 2012, nós estaremos mergulhados num campo magnético fortificado onde nossa vibração se torna cada vez mais receptível a esse desabrochar.
Não temos mais tempo para ficarmos presos a jogos de interesses e manipulações, devemos buscar nossa verdadeira parcela de pureza para agregar ao mundo esse fator energético que ele espera de nós. Dar o que temos de melhor é uma retribuição que oferecemos a este planeta que nos recebeu com tanto respeito. Somos seres espirituais que viemos de vários locais diferentes no cosmos para juntos darmos mais um passo na nossa evolução. Se soubermos ser sábios faremos isso em conjunto, e abraçaremos nossos companheiros de jornada como a um irmão, afinal todos temos um objetivo em comum. Para isso devemos ter consciência de que sozinhos não venceremos a batalha, e que minha vitória depende da vitória do outro, neste estado de percepção não existe competição, e a colaboração sempre é o melhor caminho. A massa crítica, do título deste texto, é justamente um número X de pessoas que despertaram para a realidade interior e que deseja do fundo do coração que a raça humana sai triunfante deste período magnífico, e ascenda para um estágio de Luz intensa onde nossas potencialidades se manifestam sem esforço algum, simplesmente por ser desejada. Essa massa crítica é um número meio incerto, especula-se muito a respeito dele, o que podemos dizer é que é muito menor do que se imaginava no início da década de 1980. Devemos estar atentos a nossa vibração para não oscilar a freqüência e sermos capturados por níveis mais densos (medo). Se mantivermos nossa freqüência vibratória alta estaremos criando uma plataforma energética que ajudará a todos aqueles que nela se sintonizar. Devemos ser fiéis a nossos princípios e mantermos nossa conexão com o divino, pois esta é a nossa Natureza Primordial.

26 de fevereiro de 2009

A TORRE DE BABEL E 11/SET.

A torre de babel representa o castigo de Deus à ambição humana de atingir os céus. Representa também a disseminação das várias nações e suas linguagens pelo planeta.
“A Torre de Babel é mencionada no livro bíblico do Gênesis como uma torre enorme construída pelos descendentes de Noé, com a finalidade de tocar os céus e adorar deuses falsos. Jeová, irado com a ousadia humana, teria feito com que todos os trabalhadores da obra começassem a falar em idiomas diferentes, de modo a que não se pudessem entender, e assim, acabaram por abandonar a sua construção. Foi este episódio que, segundo a Bíblia, explica a origem dos idiomas na humanidade.
Mitos são profecias – representações poéticas do destino humano. A Torre de Babel – símbolo da mais arrogante pretensão dos homens: queriam ser iguais a Deus, queriam ter poder absoluto. Pensavam que o poder, forte, lhes garantiria o viver, fraco. Mas quando o “amor ao poder“ se torna o motivo dominante das ações humanas, a linguagem entra em colapso: os homens perdem a capacidade de se entender: a confusão das línguas. O dinheiro é o símbolo supremo do amor ao poder. Nele estão as sementes da autodestruição. No dia 11 de setembro de 2001 o mito se transformou em história: a destruição das Torres Gêmeas é um arquétipo do tempo que se repete para msotrar novamente que nada nem ninguém pode se colocar acima do poder de Deus. ASSISTA ESSE VIDEO, VAI MUDAR TOTALMENTE SUA POSIÇÃO FRENTE AO ATENTADO DE 11 DE SETEMBRO.

ESSE VIDEO COLOQUEI COMO DOCUMENTO HISTÓRICO, UM FATO JORNALÍSTICO. DAQUI HÁ 30 ANOS NOSSOS NETOS ESTARÃO ASSISTINDO ESSE MESMO VÍDEO E DESCOBRINDO COMO FOI QUE ACONTECEU A TRANSIÇÃO DE PODERES E O FIM DA NOVA ORDEM MUNDIAL DOS ILUMINATTIS.

SERRA DO RONCADOR - BERÇO DA NOVA HUMANIDADE.

CLIQUE NO TITULO DA POSTAGEM PARA VER UM VIDEO AÉREO DA SERRA DO RONCADOR.

Conforme vimos na matéria anterior, as “boas sementes” preservadas da catástrofe atlante deram prosseguimento em várias partes do globo à marcha das civilizações, tendo à frente seus chefes ou guias espirituais, verdadeiro sentido da alegoria bíblica da “Arca de Noé”; arca ou barca significando tudo o que deve ser guardado, mantido, preservado, neste caso, os valores da Sabedoria Iniciática das Idades; e Noé, que lido anagramaticamente nos dá “Eon”, sufixo grego que quer dizer, Deus, ou seja, “A Sabedoria Arcaica dos Deuses”, aportando nos diversos pontos do planeta predestinados a servirem de berço para o desenvolvimento dos diversos estágios evolutivos da humanidade.
À este caminhar constante e cíclico da evolução humana pelos continentes, fazendo surgir e desaparecer aqui e acolá poderosas civilizações, dá-se o nome de Itinerário de I.O., ou de Isis e Osíris, a parelha divina que surgiu no Egito, à frente das primeiras levas de migrações atlantes, fundando a primeira dinastia dos faraós, que durante muito tempo foi o centro irradiador da iniciação egípcia. Outros centros migratórios de mesma natureza surgiram nas Américas, nas Índias e na costa do Mediterrâneo.

Brad Pitt será o verdadeiro Indiana JonesBrad Pitt lidera a corrida para o papel de um explorador britânico que terá inspirado a personagem de Indiana Jones.O actor de 44 anos, foi a primeira escolha para fazer o papel de Percy Fawcet, o explorador que desapareceu na floresta Amazónia, em 1925, durante uma expedição em busca de uma cidade perdida.Brad Pitt, mostrou interesse em produzir e protagonizar «Lost City of Z», filme que contará a história da missão falhada de Fawcett há 83 anos.Várias gerações de exploradores tentaram encontrar a rota de Fawcett, numa tentativa de resolverem o mistério do seu desaparecimento, mas nunca o conseguiram.


Segundo nos ensina a Tradição Iniciática, os primeiros povos que habitaram o Egito foram remanescentes dos Toltecas, a vigorosa sub raça atlante, cujo império se desenvolveu com todo o seu esplendor nas Américas, mas que teve alguns de seus ramos raciais povoando o antigo Egito, como o prova a semelhança da arquitetura das famosas Pirâmides de Gizé, com as ruínas de cidades pré-históricas de Macchu Pichu e Kuzco, por eles construídas, no Peru.
Os toltecas, dizem as Revelações, foram os primeiros habitantes das Américas do Sul e Central, e deles surgiram, com o passar do tempo, os Incas, Maias, Tupis, Caraíbas, Astecas, e todas as nações indígenas autóctones de pele vermelha. Aqui construíram diversas cidades e civilizações, sendo uma delas situada no planalto que se estende pelos confins da Amazônia, Mato Grosso, o atual Estado de Tocantins e Goiás; há muitos milhares de anos.
Raça soberba, que alcançou grande desenvolvimento nas artes e na arquitetura, os toltecas foram, essencialmente, exímios construtores. Mestres nesta arte, de suas mãos laboriosas surgiram verdadeiros impérios sinárquicos, com suas cidades ciclópicas, hoje soterradas pela ação do tempo, mas que vez por outra surge aos olhos da ciência oficial, na forma dos achados arqueológicos de restos de cidades colossais (Machu Pichu e Kuzco por exemplo); de objetos de cobre, bronze, prata e ouro artisticamente trabalhados; e de inscrições rupestres talhadas em rochas e cavernas, que só no Brasil se contam em mais de 3.000 descobertas, que desconsertam todas as teorias que se tinha até então sobre a história do Brasil e das Américas.
Ao tempo da Atlântida, segundo os ocultistas, os toltecas construíram e fundaram talvez a sua principal obra, a famosa e lendária “Cidade dos Telhados Resplandecentes”, ou “Cidade das Portas de Ouro”, ou “Matatu-Araracanga” na linguagem tupi. Seu ponto de destaque era o magnífico “Templo de Ouro”, edificado no cume de uma colina, que era ao mesmo tempo Templo e Palácio Governamental, sinalizando que os dois poderes – o Espiritual e o Temporal- ali estavam unidos. Engenhosos e sábios na arte de construir, os toltecas a teriam dotado com comunicação interna (galerias subterrâneas) com todas as outras cidades construídas pela sua portentosa civilização.
Por ter sido, juntamente com as Américas, regiões preservadas da catástrofe atlante, segundo revelação do Professor Henrique José de Souza, fundador da Sociedade Brasileira de Eubiose; muitos estudiosos acreditam estar esta e outras magníficas obras dos toltecas soterradas nas florestas brasileiras, mais especificamente na região da Serra do Roncador, em Mato Grosso; protegidas pelas flechas dos Xavantes, ou “Chave dos Andes”, conforme definição do próprio Professor; numa referência à Cordilheira que atravessa toda a América do Sul, chegando até próxima ao Mar do Caribe, ou dos Caraíbas, conforme já vimos.
Foi no encalço dos vestígios desta perdida civilização que o coronel inglês Percy Harrison Fawcett desapareceu, juntamente com seu filho Jak e um acompanhante, em local ignorado da Serra do Roncador, nos idos de 1.925, num acontecimento que causou grande repercussão na imprensa mundial, despertando calorosos debates sobre o enigma da região.
Foi sobrevoando esta mesma região que o ex-presidente Getúlio Vargas teria avistado um ponto luminoso perdido na selva, que o teria impulsionado a desencadear à toque de caixa o processo de ocupação do Centro Oeste brasileiro através da Marcha para o Oeste e da Expedição Roncador Xingu.
Foi explorando ouro nesta região que quatro bandeiras paulistas, chefiadas por Bartolomeu Bueno da Silva, Prado Siqueira, Felipe Bicudo e Pires de Campos, tiveram, no fim do século XVII, a lendária visão do “Morro dos Martírios”, reluzente em ouro e pedras preciosas que reproduziam os instrumentos da Paixão de Cristo, despertando a cobiça de portugueses e espanhóis em torno do “El Dourado” brasileiro.

A legendária civilização atlante, segundo relatos ocultistas, desenvolveu-se e existiu numa região grande parte dela localizada debaixo do atual Oceano Atlântico –que não por acaso leva o seu nome-; e em algumas outras regiões que escaparam dos cataclismos que fizeram sucumbir o imenso continente; sendo uma dessas regiões o território onde hoje se acha o Brasil e as Américas.
Embora tais fatos não sejam, por enquanto, comprovados pela ciência oficial –sempre consumida pela cegueira espiritual e pela ignorância (no sentido de ignorar) certas verdades transcendentais, que estão acima do postulado de São Tomé – do “ver para crer”-; há no entanto uma vasta literatura a respeito, na pena de respeitadíssimos autores do mundo ocidental já citados no presente estudo, como Platão, Sólon, Pitágoras, Heródoto, Helena Petróvna Blavatsky e Dr. Mário Roso de Luna, sem contar o Professor Henrique José de Souza, fundador da Sociedade Brasileira de Eubiose; autores que produziram trabalhos hoje acessíveis para consultas de estudiosos no assunto; alguns de cunho altamente esotérico, só disponíveis aos iniciados nos mistérios maiores da história da humanidade.
Segundo essas revelações, a raça Atlante teve o seu desenvolvimento, apogeu e queda, há cerca de 4.000.000 milhões de anos, e foi a quarta raça mãe do total de sete raças mães que compõem a trajetória completa da evolução do homem na face da Terra, cada uma destas raças divididas em sete sub-raças, sendo que no momento estamos finalizando a quinta sub-raça da quinta raça mãe, a Ariana, que se seguiu à Atlântica.
O imenso império atlante era dividido em sete cidades ou cantões, dirigidos cada um por um Rei de estirpe Divina, já que na época a Divindade convivia com os homens, orientando-os e auxiliando-os na sua jornada evolucional, governados pela oitava cidade, onde ficava o poder central. Segundo a tradição, uma destas cidades, a quarta, revoltou-se contra o poder central, contra a Divindade manifestada, assassinando seus representantes, dando origem ao que ficou conhecido na história da humanidade como o grande Dilúvio Universal.
Assinalam os ocultistas que foi durante o desenvolvimento das três primeiras sub-raças –os Ramoals, Tlavaths e Toltecas-, que a civilização atlante alcançou o seu ápice, logrando grandes realizações principalmente no campo das artes e arquitetura, passando para a história como o período áureo, a idade de ouro da raça atlante.
Depois, nas sub-raças seguintes –os Turânios, Semitas, Acádios e Mongóis- veio a queda no materialismo e na magia negra, que resultou no castigo imposto pelos Deuses, não sem antes preservar as “boas” sementes de cada uma das sete sob-raças, para, em local seguro e preservado, dar continuidade a marcha das civilizações, que é verdadeiro sentido da alegoria bíblica da “Arca de Noé”.
Assim, conforme estudos disponíveis, da terceira sub- raça atlante, os toltecas, saíram correntes migratórias para as Américas (território preservado da catástrofe), mais especificamente para o Peru, México e Centro Oeste Brasileiro, dando origem, com o passar do tempo, aos Incas, Maias e Astecas.
E da sexta sub-raça, os Acádios, surgiu, no Mediterrâneo, os Pelasgos, Etruscos e Cartagineses, que falavam, conforme já vimos, a língua tupi (pelasgo-tupi), originária da Atlântida, uma vez que os aborígines em geral, de pele vermelha, são descendentes da Atlântida.
No Mediterrâneo formaram esses povos a Ordem dos Magos da Caldéia, de onde saiu CAR, fundador da Confederação dos Povos Cários, origem dos Caraíba-tupis que habitaram as Américas, e que juntamente com os Tupis (adoradores do Deus Pan –Tu-Pan, religião professada por CAR) e o Incas, formaram, na fusão da raça autóctone (poderíamos dizer, Atlântica), com o elemento ibero-europeu, a gênese da nossa raça, a raça do povo brasileiro.
Como já se disse, foram os toltecas os responsáveis pela fase de maior esplendor e glória daquela perdida civilização.
Raça soberba, formada por uma humanidade de belo porte e grande estatura, arquitetos e guerreiros, de pele castanho avermelhada (Cadernos Fiat Lux-pag.17-SBE), habitaram as Américas do Sul e Central, e nestas regiões construíram cidades ciclópicas, hoje soterradas pela ação do tempo, das quais as ruínas de Machu Pichu e Kuzco, no Peru, são apenas um pálido exemplo; do mesmo modo que a famosa e lendária Cidade dos Telhados Resplandecentes, ou Cidade das Portas de Ouro, por eles construída, e que para muitos, se situa na região da Serra do Roncador, onde aliás, em seu encalço, desapareceu o coronel inglês Percival Fawcet, no século passado, e de onde se conta muitas lendas, como a do Morro dos Martírios, reluzente em ouro que foi uma só vez vista por bandeirantes paulistas, etc., etc.

25 de fevereiro de 2009

ENCONTRADAS PIRÂMIDES NA CHINA


CLIQUE NO TITULO DA POSTAGEM PARA ASSISTIR AO VIDEO NO YOUTUBE

IMPRESSIONANTE A CORRELAÇÃO COM AS PIRÂMIDES DO EGITO. UMA LINHA PERFEITA DE LIGAÇÃO COM A CONSTELAÇÃO DE ÓRION. DAS 3 GRANDES PIRÂMIDES, 2 ESTÃO EM LINHA DIAGONAL PERFEITA E A MENOR ESTÁ FORA DO EIXO, EXATAMENTE COMO AS DE GIZÉ. MAIS UMA PROVA QUE A LIGAÇÃO COM ÓRION JÁ NÃO ERA FEITA SOMENTE NO EGITO ANTIGO, MAS NO MÉXICO COM OS MAIAS, E NA CHINA TAMBÉM. TODAS ELAS NA MESMA LINHA ELETROMAGNÉTICA DO PLANETA. SERVIAM MESMO COMO PORTAIS INTERDIMENSIONAIS E ERAM PORTADORAS DE LUZ. O SIGNIFICADO DA PALAVRA PIRÂMIDE É PIRA( LUZ) E MIDE( MEDIÇÃO), OU SEJA MEDIDORAS DE LUZ.
CERTAMENTE ESSAS PIRÂMIDES NA CHINA FOI MAIS UMA COLÔNIA ATLANTIS PÓS DILÚVIO. P.S. ( EXISTIRAM MUITOS NÓES AO REDOR DO MUNDO, A CIVILIZAÇÃO ATLANTIS COLONIZOU O GLOBO ATRAVÉS DELES. SUMO SACERDOTES DA ESCOLA DE MISTÉRIOS DE NAACAL).

LEMÚRIA O ELO PERDIDO

CLIQUE NO TÍTULO DA POSTAGEM PARA ASSISTIR AO VIDEO SOBRE A LEMÚRIA NO YOUTUBE:
A Lemúria estendia-se de Madagascar a Ceilão e Sumatra. Incluía algumas partes do que é hoje a África. Porém o gigantesco continente, que ia do Oceano Índico à Austrália, desapareceu por completo sob as águas do Pacífico, deixando ver, aqui e ali, somente alguns topos de seus montes mais elevados.
Amplia a Austrália dos períodos terciários à Nova Guiné e às ilhas Salomão, talvez a Fidji, e de seus tipos marsupiais inferem uma conexão com o continente do Norte durante a era secundária.
Uma das lendas mais antigas da Índia, conservada nos templos por tradição oral e escrita, reza que há várias centenas de mil anos, havia no Oceano Pacífico um imenso continente, que foi destruído por convulsões geológicas e cujos fragmentos podem ver-se em Madagascar, Ceilão, Sumatra, Java, Bornéu e ilhas principais da Polinésia. As altas mesetas do Industão, não estariam representadas senão pelas grandes ilhas contíguas ao continente central... Segundo os Brahmanes, essa região havia alcançado um alto grau de civilização e a península do Industão, acrescida pelo deslocamento das águas na ocasião do grande cataclisma, não fez mais que continuar a cadeia das primitivas tradições originadas no mesmo continente. Essas tradições dão o nome de Rutas aos povos que habitavam o imenso continente equinocial; e de sua linguagem é que derivou o sânscrito...
Durante os primeiros dias da Lemúria, erguia-se como um pico gigantesco surgido do fundo do mar, e a área compreendia entre o Altas e Madagascar estava coberta pelas águas até o primeiro período da Atlântida, após o desaparecimento da Lemúria, quando a África emergiu do Oceano e o Altas foi submerso pela metade.
Os pormenores quanto à submersão do Continente habitado pela segunda raça raiz (ver Saint germain - Fraternidade Branca) são algo escassos. Menciona-se a história do Terceiro Continente, ou Lemúria, mas no tocante aos outros há simples alusões. Diz-se que a Lemúria pereceu 700.000 anos antes do começo da chamada era Terciária (período Eoceno).
O cataclisma que destruiu o enorme continente, do qual é a Austrália o principal remanescente, foi ocasionado por uma série de convulsões subterrâneas e pela violenta ruptura de solo no fundo dos oceanos.
Talvez seja esta a razão por que a ilha de Páscoa, com suas maravilhosas estátuas gigantescas testemunho eloqüente da existência de um continente que submergiu, com sua humanidade civilizada, quase não é mencionada nas enciclopédias modernas. Evita-se cuidadosamente fazer-lhe referência, a não ser em algumas narrativas.
Entre a evolução fisiológica final e a construção da primeira cidade lemuriana transcorreram muitas centenas de mil anos. Sem embargo, já estavam os Lemurianos, em sua sexta sub-raça, construindo com pedras e lava suas primeiras cidades rochosas. Uma dessas grandes cidades de estrutura primitiva foi toda construída de lava, a umas trinta milhas (...) do sítio e que agora a ilha de Páscoa estende sua estreita faixa de solo estéril; cidade que uma série de erupções vulcânicas destruiu por completo. Os restos mais antigos das construções ciclópicas foram obras das últimas sub raças lemurianas.
Naqueles dias, frações consideráveis do futuro continente da Atlântida ainda faziam parte integrante do leito do Oceano. A Lemúria, nome que convencionamos dar ao Continente da Terceira Raça, era então uma terra gigantesca. Ocupava toda a área compreendida desde a base dos Himalaia, que a separavam do mar interior, cujas ondas rolavam sobre o que hoje é o Tibet, a Mongólia e o grande deserto de Shamo (Gobi), até Chittagong, prolongando - se a Oeste na direção de Hardward, e a Este até Assam (Annam). Daí se estendia para o Sul, através da Índia Meridional, Ceilão e Sumatra; e abarcando, no rumo do Sul, Madagascar à direita, Austrália e Tasmânia à esquerda, avançava até alguns graus do círculo Antártico. A partir da Austrália, que era então uma região interior do continente principal estendia - se ao longo do Oceano Pacífico, além de Rapa Nuí (Ilha de Páscoa). Esta informação parece estar corroborada pela Ciência, ainda que parcialmente. Quando fala sobre a direção (e movimento) dos continentes e demonstra que as massas infra - árticas acompanham geralmente o meridiano, está a ciência referindo-se a vários continentes antigos, embora indiretamente e como conseqüência devia existir uma proximidade muito grande entre a Índia e a Austrália, e em época tão remota que era seguramente pré-terciária, a Lemúria pereceu, e o que restou dela, resurgiu mais forte do que nunca, conhecida como Atlântida.
-----------------------------------------------------------------------------------------------
Atlântida
Houve uma época que o Delta do Egito e a África do Norte faziam parte da Europa. Antes que a formação do Estreito de Gilbratar e o levantamento ulterior do Continente alterassem por completo o mapa da Europa. A última mudança notável ocorreu há uns 12.000 anos, e foi seguida pela submersão da pequena ilha atlante à qual Platão deu o nome de Atlântida.
A destruição da famosa Ilha de Ruta e da ilha menor de Daitya - que se deu há cerca de 850.000 anos, no fim do período Plioceno, não deve confundir - se com a submersão do continente principal da Atlântida, durante o período Mioceno. Os geólogos façam o que fizerem, não podem reduzir a 850.000 anos somente o tempo que se passou desde o período Mioceno; na realidade, há vários milhões de anos que desapareceu a massa principal da Atlântida.
E a causa do desaparecimento da Atlântida, foram as perturbações sucessivas do eixo de rotação. Começou este cataclismo nos primeiros tempos da era Terciária, e, continuando durante muitas idades, determinou a extinção, pouco a pouco, dos últimos vestígios da Atlântida, com a exceção provavelmente de Ceilão, e de uma pequena parte do que agora é a África.
O debate sobre a existência da Atlântida é bem antigo. Desde os tempos do filósofo Grego Platão, a Atlântida com sua explêndida civilização, chega aos dias atuais como um enigma que originou a publicação de aproximadamente 26.000 livros. Teses de caráter geológico, arqueológico e outras tem servido para aguçar o espírito humano na busca da existência do enigmático continente. Iremos tratar aqui destas teses, que poderão dar um caráter científico às nossas buscas.
De todas as lendas sobre povos e civilizações perdidas, a história de Atlântida parece ser aquela que mais interesse tem despertado. A primeira referência escrita deste mito encontra-se nos relatos de Platão. Nos diálogos Timeu e Crítias é narrada a fascinante história da civilização localizada "para além das colunas de Hércules". É descrita a existência desta ilha continental, bem como os detalhes históricos de seu povo, com sua organização social, política e religiosa, além de sua geografia e também da sua fatídica destruição "no espaço de uma noite e um dia ". Eis parte do diálogo : "...Ouvi, disse Crítias, essa história pelo meu avô, que a ouvira de Sólon, o filósofo. No delta do Nilo eleva-se a cidade de Sais, outrora capital do faraó Amásis e que foi fundada pela deusa Neit, que os gregos chamam Atena. Os habitantes de Sais são amigos dos atenienses, com os quais julgam ter uma origem comum. Eis por que Sólon foi acolhido com grandes homenagens pela população de Sais. Os sacerdotes mais sábios da deusa Neit apressaram-se a iniciá-lo nas antigas tradições da história da humanidade.
Na tradição oral de muitos povos antigos, nos relatos de textos bíblicos, em documentos toltecas e nos anais da doutrina secreta, existem coincidências que nos fazem crer que outrora existiu um continente no meio do Oceano Atlântico, que um dia foi tragado pelas águas revoltas.
Geograficamente, Platão descreve a Atlântida desta forma: "toda a região era muito alta e caía a pique sobre o mar, mas que o terreno à volta da cidade era plano e cercado de montanhas que desciam até a praia, de superfície regular, era mais comprida do que larga, com três mil estádios na sua maior extensão, e dois mil no centro, para quem subisse do lado do mar. Toda essa faixa da ilha olhava para o sul, ao abrigo do vento norte. As montanhas das imediações eram famosas pelo número, altura e beleza, muito acima das do nosso tempo...".
Segundo todos relatos, os atlantes desenvolveram-se de tal forma, que o grau de riqueza alcançado por sua civilização não encontra paralelo conhecido, sendo pouco provável que outros povos viessem a obter tamanha prosperidade e bonança.
A Atlântida possuía 10 reis. Estes soberanos por sua vez possuíam dentro de seus domínios "um poder discricionário sobre os homens e a maior parte das leis, sendo-lhes facultado castigar quem quisessem, ou mesmo condená-los à morte".
O país dos atlantes era dividido em 60.000 lotes e cada um deles tinha um chefe militar.
O aspecto que mais fascina no relato platônico é sem dúvida o que se refere às riquezas da ilha-continente, tanto no que tange às construções, como aos imensos recursos naturais da legendária ilha.
Segundo Platão, a Atlântida possuía a capacidade de prover seus habitantes com todas as condições de sustento, apesar de receber de fora muito do necessário, provavelmente, através do comércio. Havia na ilha grande abundância de madeira que com certeza foram utilizadas nas imensas obras lá construídas, bem como imensas pastagens, tanto para animais domésticos, como para selvagens, incluindo aí a raça dos elefantes, que teriam se multiplicado pela ilha. Por sua vez, toda sorte de frutos, legumes, flores e raízes existiam ali, sendo que o fabrico de essências e perfumes era corriqueiro. A extração de minérios, em particular o ouro, ocorria fartamente em Atlântida.
Diz Platão que de início os atlantes "construíram pontes nos cinturões de mar que envolvia a antiga metrópole, a fim de conseguir passagem para fora e para o palácio real", bem como abriram um canal de três plectros de largura e cem pés de profundidade, ligando o mar ao primeiro cinturão de água, canal este que servia de entrada para embarcações vindas de outras partes. No segundo cinturão, os barcos podiam ancorar com maior segurança, e fazia deste uma espécie de porto.
As águas jorravam no centro da ilha, desde que Poseidon assim quis, também tiveram tratamento dos mais apurados: em suas imediações foram plantadas "árvores benéficas para as águas”, bem como foram construídas "cisternas para banhos quentes no inverno". Havia, contudo, locais próprios para os banhos dos reis, bem como modalidades específicas para as mulheres. Segundo o relato, "parte da água corrente eles canalizaram para o bosque de Poseidon a outra parte era canalizada para os cinturões externos por meio de aquedutos que passavam sobre as pontes”.
Nos cinturões externos de terra, foram construídos ginásios para práticas esportivas e hipódromos, bem como moradia para soldados, hangares para barcos e armazéns para todas as modalidades conhecidas de artigos náuticos. O canal principal que servia de entrada para embarcações era muito movimentado, tanto de dia como de noite, o que demonstra ter sido Atlântida um grande centro comercial de seu tempo.
O palácio real era segundo os relatos "uma verdadeira obra prima de encantar a vista, por suas dimensões e beleza”.
O templo dedicado a Poseidon era cercado por um muro de ouro, que segundo o relato, ele "tinha um estádio de comprimento e três plectros de largura para fora, todo o templo era forrado de prata, com exceção dos acrotérios, que eram de ouro. No interior, a abóboda era de marfim, com ornamentos de ouro, prata e oricalco”.
Havia também no templo estátuas dedicadas a diversas divindades, bem como outras que homenageavam os reis e suas esposas, além de um altar cuja beleza e magnificência não encontrava paralelo conhecido. Essa é resumidamente a Atlântida de Platão, com seus detalhes e maravilhas.
Na conversa que tiveram com Sólon acrescentaram os sacerdotes que calamidades maiores foram às vezes causadas pelo fogo do céu (...) Depois os sacerdotes fizeram saber a Sólon que conheciam a história de Sais a partir de 8000 anos antes daquela data (...) Há manuscritos, disseram, que contém relato de uma guerra que se lavrou entre os Atenienses e uma nação poderosa que existia na grande ilha situada no Oceano Atlântico (...) e mais além, no extremo do oceano um grande continente. A ilha chamava-se Posseidonis, ou Atlantis (...) quando se deu a invasão da Europa pelos atlantes, foi Atenas, como cabeça de uma liga de cidades gregas, que pelo seu valor salvou a Grécia do jugo daquele povo. Posteriormente a estes acontecimentos houve uma grande catástrofe: um violento terremoto sacudiu a terra, que foi depois devastada por torrentes de chuva. As tropas gregas sucumbiram e a Atlântida foi tragada pelo oceano (...) sempre houve e há de haver no futuro numerosas e variadas destruições de homens; as mais extensas, por meio da água ou pelo fogo, e as menores por mil causas diferentes (...) Nas destruições pelo fogo, prosseguem os sacerdotes, perecem os moradores das montanhas e dos lugares elevados e secos, de preferência aos que habitam as margens dos rios ou do mar (...), por outro lado, quando os Deuses inundaram a terra para purificá-la, salvaram-se os moradores das montanhas, vaqueiros e ovelheiros, enquanto os habitantes de vossas cidades eram arrastados para o mar pelas águas dos rios. (...) entre vós outros, mal começais a vos prover da escrita e do resto de que as cidades necessitam, depois do intervalo habitual dos anos, desabam sobre vós, do céu, torrentes d'água, maneira de alguma pestilência, só permitindo sobreviver o povo rude e iletrado. A esse modo, como se fosseis criancinhas, recomeçais outra vez do ponto de partida, sem que ninguém saiba o que se passou na antiguidade, tanto aqui como entre vós mesmos.
A primeira coisa que chama a atenção do pesquisador é a semelhança das referências antigas nesse particular. Na Bíblia o profeta Isaias fala do desaparecimento da Atlântida com palavras bastante diretas: "... Ai da terra dos navios que está além da Etiópia; do povo que manda embaixadores por mar em navios de madeira sobre as águas. Ide, mensageiros velozes, a uma gente arrancada e destroçada; a uma gente que está esperando do outro lado, e a quem as águas roubaram suas terras...” (Is XVIII, 1-2). Também Ezequiel trata do mesmo assunto nos capítulos XXVI e XXXII: “... Disse o senhor: E fazendo lamentações sobre ti, dir-te-ão: como pereceste tu que existias no mar, ó cidade ínclita, que tens sido poderosa no mar e teus habitantes a quem temiam? Agora passarão nas naus, no dia da tua espantosa ruína, e ficarão mergulhadas as ilhas no mar, e ninguém saberá dos teus portos; e quanto tiver feito vir sobre ti um abismo e te houver coberto com um dilúvio de água, eu te terei reduzido a nada, e tu não existirás, e ainda que busquem não mais te acharão para sempre...”.
As citações do Velho Testamento podem ser comparadas às que traz escritas um velho códice tolteca, cuja tradução, feita por Plangeon, diz o seguinte: “: No ano 6 de Kan, em 11 muluc do ano de Zac, terríveis tremores de terra se produziram e continuaram sem interrupção até o dia 13 de Chen. A região de Argilla, o país de Mu, foi sacrificado. Sacudido duas vezes, ele desapareceu subitamente durante a noite. O solo, continuamente influenciado por forças vulcânicas, subia e descia em vários lugares, até que cedeu. As regiões foram então separadas umas das outras, e depois dispersas. Não tendo podido resistir às suas terríveis convulsões elas afundaram, arrastando para a morte seus 64 milhões de habitantes. Isto se passou 8060 anos antes da composição deste escrito”.
Há 100 milhões de anos atrás, a geografia do planeta era bem diferente da atual. As massas continentais encontravam-se unidas, formando um grande continente, cercado pelo mar. Este grande continente conhecido como Pangéia, desfez-se gradualmente ao longo das eras geológicas, até atingir a conformação atual. Este fato é reconhecido pela ciência.
Este processo de separação, se se deu por violentos movimentos tectônicos, às vezes acompanhados de cataclismas violentos, que se prolongaram por milhões de anos. Neste período de deslocamento constante das placas tectônicas, se deram formações de cordilheiras, bem como o desaparecimento de vastas áreas, que submergiram nos oceanos. O local onde os dois grandes blocos continentais se desmembraram (Américas a Oeste - Europa, Ásia e Austrália a Leste) encontra-se demarcada por uma espécie de cordilheira submarina chamada Dorsal Meso-Atlântica.
A Dorsal Meso-Atlântica apresenta inúmeras ramificações, que praticamente chegam a ligar os dois blocos continentais. Ao longo destas colinas submarinas, encontra-se uma enormidade de ilhas vulcânicas que vão de pólo a pólo. Ao norte em plena região ártica temos, as ilhas Pássaros, Jan Mayen e Islândia, mais o sul pouco acima do trópico de câncer encontramos o arquipélago de Açores, Ilha da Madeira e Cabo verde, mais ao sul temos Santa Helena e outras menores; próximo da Antártida destacamos as ilhas de Érebo, Martinica. Desta forma, Atlântida pode ter se constituído numa destas formações marcadas por intenso vulcanismo.
A tese da separação dos continentes encontra um forte respaldo na perfeita combinação da costa brasileira com a costa ocidental da África, que se encaixa como num quebra cabeças, no entanto, no extremo norte, as peças deste quebra cabeças não se encaixam com clareza, isto pode ser percebido nos litorais da Escandinávia, Islândia, Groelândia e norte do Canadá. Entre a costa Norte Americana de um lado e a Europa e norte da África de outro, existir um grande vazio, como se faltasse uma peça do quebra - cabeças. Teria então este vazio relação com o Continente da Atlântida, desaparecido no meio do Oceano?
Denomina-se eras glaciais os períodos em que grandes regiões do planeta estiveram sob um processo contínuo de glaciações, fenômeno este resultante de causas múltiplas e complexas: movimentos orbitais da terra, continentalidade dos pólos, elevação de terras, circulações oceânicas, mudanças na composição da atmosfera e outras.
Ocorreram na história do planeta diversas fases deste fenômeno, desde o período pré-cambriano até bem recentemente. No entanto, dado às dificuldades a pesquisa científica só conseguiu definir de forma minuciosa a última grande glaciação, que ocorreu durante o pleistoceno.
Uma glaciação inicia-se quando após um rigoroso inverno, a neve acumulada não se derrete totalmente com a chegada do verão, sobrevivendo até o outro inverno na forma de gelo. Este fato resfria a região e num acúmulo sucessivo de milhares de anos forma-se uma calota de gelo, cada vez mais resistente criando impactos de resfriamento cada vez maiores.
Há cerca de 80.000 anos atrás, iniciou-se o último grande avanço das geleiras nas regiões norte do planeta, tanto na Europa como na América do Norte, sendo que o fim desta última glaciação deve ter ocorrido entre 20.000 a 10.000 anos atrás.O fim da Glaciação implica na subida do nível dos Oceanos. Esta última é a data fatídica da Submersão da Atlântida.
Houve um tempo na face terrestre, que os homens avançaram muito em conhecimento, aprofundando-se em todas as ciências. Chegaram a realizar viagens espaciais e faziam intercâmbio com todos os planetas do sistema solar. Sua Sabedoria era muito avançada e já se entendiam pela Mente.
Os Atlantes evoluíram a tal ponto que tinham amplos conhecimentos das forças da natureza. Eram homens muito avançados, e com grande sabedoria oculta, praticando a magia em todas as suas formas.
Uniram-se em uma grande nação e fizeram dela um imenso império de Força e Sabedoria. Dizem os anais secretos que nenhum povo foi tão sábio quanto eles; construíram os maiores templos de uma esplêndida magnitude e usavam tudo o que era belo e valioso em suas construções indo buscar os materiais mais sofisticados onde quer que estivessem.
Elevavam-se no espaço em busca de uma grandiosidade maior para si e para a sua nação. Cresceram e multiplicaram-se, aumentando a cada dia o seu poder. Construíram naves espaciais que permaneciam no espaço em intercâmbios com outras civilizações e muitas vezes impunham terror às cidades que não lhes agradavam, destruindo-as com suas forças.
Chegaram a neutralizar a própria morte, conseguiram dominar a matéria. A ciência conseguiu alcançar uma culminância quase inacreditável. No entanto, tanto conhecimento técnico e científico acumulado começou a servir a propósitos condenáveis. Dizem que começaram a criar verdadeiros monstros manipulando genética e cirurgicamente homens e animais, os centauros e minotauros seriam alguns exemplos destas aberrações.
A Sociedade atlântica se subdividia em duas castas ou classes sociais: A dos homens-luz ou da face resplandescente (de face amarela)-mais espiritualizados, e a dos idealistas ou de face tenebrosa (de face vermelha). O processo de degradação moral originou a divisão da nação atlante. Contam os escritos tibetanos que os Idealistas ou homens de face tenebrosa (praticantes da magia negra) assumiram o controle político, obrigando os homens-luz a se refugiar nas montanhas interiores do continente.
Contam ainda os escritos arcaicos: “e o grande rei de Face resplandescente, o chefe de todos os de face amarela, entristeceu-se ao ver os pecados daqueles de face tenebrosa. Enviou os seus veículos aéreos (Vimânas) a todos os chefes irmãos os chefes das outras nações e tribos, com homens piedosos em seu interior, dizendo: preparai-vos. De pé, homens de boa lei! Atravessai o país enquanto ainda está seco. Os senhores da tempestade se aproximam. Seus carros se aproximam da terra. Os senhores da face tenebrosa (os feiticeiros) não viverão mais que uma noite e dois dias nesta terra paciente. Está ela condenada; e serão submergidos com ela. Os senhores inferiores dos fogos (os Gnomos e os elementais do fogo) estão preparando suas AgnYastras mágicas (armas de fogo construídas por meio de magia). Mas os senhores de Olhar tenebroso (olho mau) são mais fortes do que eles (os elementais), que são escravos dos poderosos. Estão aqueles versados em Astra (vidîa, o conhecimento mágico superior)”.
"Que os senhores da face resplandescente (adeptos da magia branca) procedam de modo que os Vimâvas (veículos aéreos) dos senhores da face tenebrosa caiam em suas mãos (ou em seu poder) a fim de que nenhum dos feiticeiros possa, avisados por eles (animais falantes), escapar das águas”.
* NOTA -os animais falantes eram maravilhosos, feitos artificialmente e de estrutura mecânica, animados por um Din (elemental). Falavam e davam aviso a seus amos (os feiticeiros) de todo perigo iminente. Segundo os relatos, somente o sangue de um homem puro podia destruí-lo.
“Que os de face amarela enviem sonos (hipnóticos) aos de face tenebrosa. Que eles ainda lhes evitem (aos feiticeiros), a dor e o sofrimento. Que todos os homens fiéis aos Deuses Solares (os de face amarela), paralisem todos os homens dependentes dos Deuses Lunares (os feiticeiros), para que não sofram nem escapem a seu destino. E que todos os de face amarela dêem sua água da vida (o sangue) aos animais falantes dos magos de face tenebrosa, para que não acordem os seus amos. É soada a hora, a noite negra está próxima. E o grande rei deixou pender sua face resplandescente e chorou...”.
"Quando os reis se reuniram, já havia começado o movimento das águas, e as nações já tinham passado sobre as terras enxutas. Estavam muito além do nível das águas. Seus reis as alcançaram nas suas Vimânas e as conduziram ao país do fogo e do metal (Nordeste)”.
"Choveram estrelas (meteoros) sobre os de Face tenebrosa; mas eles dormiam. Os animais falantes (os vigilantes mágicos) não se mexeram. Os Senhores inferiores (os elementais) aguardavam ordens, mas estas não chegaram porque os seus amos dormiam. As águas se elevaram e cobriram os vales de um extremo a outro da terra. As terras altas ficaram e os países para onde migraram os homens de face amarela e olhar reto (a gente sincera e franca). Quando os senhores da face tenebrosa despertaram e procuraram suas Vimânas para fugir das ondas que subiam, viram que tinham desaparecido”.
"Alguns magos de face tenebrosa, mais poderosos, que haviam despertado antes dos outros, perseguiram aqueles que os tinham despojado. Os perseguidores - cujas cabeças e peitos sobressaiam acima das águas (magos gigantescos), lhes deram caça durante três períodos lunares, e finalmente, alcançados pelas águas, foram mortos até o último homem”.

DIVULGUE SEU TRABALHO AQUI.

ABRO ESSA POSTAGEM EXCLUSIVA PARA DIVULGAR NOVOS TRABALHOS RELACIONADOS AOS TEMAS DESSE BLOG.
SE VOCÊ É UM PROFISSIONAL DA ÁREA DO DESENVOLVENDO HUMANO. ESTÁ DESENVOLVENDO ALGUM TRABALHO VOLTADO A LEI DA ATRAÇÃO, EVENTOS COMO: PALESTRAS, CURSOS, WORKSHOPS, LIVRO, VIDEO. TEM ACESSO A ASSUNTOS OCULTOS DO EGITO, NOVIDADES SOBRE ESTUDOS DE FISICA QUANTICA. ESPIRITUALIDADE, HIPNOSE DINAMICA OU DEJEJA PUBLICAR ALGUMA MATÉRIA SOBRE QUALQUER TEMA RELACIONADO A 2012, ESPIRITUALIDADE, CINTURÃO DE FOTONS, RESSONANCIA SCHUMANN. OU SIMPLISMENTE DESEJA POSTAR UM DEPOIMENTO PESSOAL AQUI NO NOSSO BLOG ETC.
ENTÃO ENTRE EM CONTATO CONOSCO. ABRIREMOS NOSSO BLOG PARA AJUDAR A DIVULGAR SEU TRABALHO E SUAS IDEIAS. MAS NÃO DIVULGAMOS QUALQUER TIPO DE FORMAÇÃO DE PIRAMIDE FINANCEIRA, ESQUEMSAS DE MARKETING DIRETO E QUALQUER FORMA DE TRABALHO QUE NÃO ESTEJA DE ACORDO COM OS PROPÓSITOS DESSE SITE.
FAREMOS UMA ANÁLISE E SE APROVADO PUBLICAREMOS EM SEGUIDA.
SERÁ GRATUITO, SUA PARTICIPAÇÃO É ESSENCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO ENIVE UM EMAIL PARA: leidaatracao@terra.com.br

22 de fevereiro de 2009

A Intuição e A Razão

O labirinto do conhecimento pode levar o homem a se perder acreditando ser portador da verdade maior.
É como aquele garoto que descobriu uma nova brincadeira e acredita ser a melhor que existe, pois ela é a coisa mais excitante que ele conhece.
A razão é assim, uma brincadeira que te leva a um grau de satisfação, mas que não te coloca diante da maior das descobertas, que é a intuição.
Intuição aqui não é apenas o emocional, o sentimento. Intuição deve ser aquela parte da razão que ficou adormecida pelo desuso.
Geralmente ela fica esquecida pelo fato de usarmos exageradamente a lógica, não desfrutando de um leve flutuar que são as surpresas que o racional não nos proporciona, e que só através da intuição podemos obter.
Não há como dizer para alguém extremamente racional que ele deve ouvir a voz do seu coração, porém este é o único caminho para alcançar as delícias da intuição.
O ciclo da razão te leva até um ponto, enquanto o da intuição te leva até um local onde só quem o vivencia pode saber, é um local mágico, onde não se nega a razão, pois ela é um contínuo sem fim que harmoniza as duas coisas.
Quando pensamos em intuição e razão tendemos a crer que são coisas distintas, porém elas se interpenetram formando uma coisa só.
Não dá para pensar de forma diferente, pois assim estaríamos separando a nossa mente, e estados de separatividade não devem mais fazer parte da conduta humana.
O momento atual é de integração, jamais de separatividade, inclusive porque ninguém vive sozinho, desta forma sua mente lógica não conseguirá atuar por muito tempo sem o auxílio de sua intuição, e vice-versa.

Yuri Ferraz.

21 de fevereiro de 2009

A ARCA DE NOÉ. DESCOBERTA NO MONTE ARARAT NA TURQUIA.

PRIMEIRO O PRESIDENTE CHIRCHILL SOBREVOOU O MONTE ARARAT E VIU A ARCA DE NOÉ. DEPOIS DISSO MUITAS EXPEDIÇÕES FORAM FEITAS ATÉ O LOCAL, MAS DEVIDO A DIFICULDADE PARA CHEGAR ATÉ O LOCAL AONDE SE ENCONTRA A ARCA DE NOÉ. POUCAS IMAGENS FORAM ENCONTRADAS. ASSISTAM AOS VIDEOS E TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES.

2012 - O LIVRO - PSICOGRAFIAS EXCLUSIVAS

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE OFICIAL. ADQUIRA JÁ O SEU EXEMPLAR AUTOGRAFADO:
Estamos vivendo uma época nunca antes vista ou imaginada pelo homem. Estamos em meio a uma fabulosa Transformação Cósmica.Muito se fala sobre a Nova Era ou "New Age", mas pouco se sabe sobre o seu verdadeiro significado. A Nova Era é a etapa de um novo Ciclo Universal e eterno. Esse novo ciclo está começando e suas transformações já se fazem presente. Um ciclo que se intensificará cada vez mais chegando ao seu ápice no ano de 2012. Este grande ciclo é baseado no Zodíaco de Dendera, no Egito, que marca o final da grande passagem da Era de Peixes que se iniciou á 2920 anos atrás e que já terminou em 1992. Agora estamos adentrando na grande Era de Aquário, nos colocando dentro de um novo processo de preparação. O Ano de 2012 dará início definitivo a essa Nova Era, a Era de Ouro para a humanidade. Não veremos o apocalipse tão pouco o fim do mundo, veremos sim um novo tempo de exuberância, abundância e prosperidade. Uma mudança vibracional e espiritual extraordinária está por vir e devemos nos preparar.
ASSISTA COM EXCLUSIVIDADE VIDEO FEITO EM FEV/2008 DAS PINTURAS MEDIÚNICAS FEITAS PARA O LIVRO 2012 A ERA DE OURO POR ROSA TEUBL.
Os sinais estão cada vez mais presentes e os chamados cada vez mais latentes para que nos tornemos conscientes e preparados a viver nessa nova Terra.Não é por acaso que este livro está em suas mãos.Seja bem vindo(a)!Nessa obra, além de obter um grande conhecimento histórico sobre as origens da humanidade, nossas ligações com as civilizações de Atlântida, Egito e Maia, falaremos também sobre as construções das grandes pirâmides e seus segredos mais misteriosos, os antigos conhecimentos sobre o Universo, sobre os Deuses e as Leis da Criação, sobre a aceleração vibracional da Terra, a Ressonância Schummam, o Cinturão de Fótons que estamos envolvidos e relação direta com o calendário Egípcio, o Calendário Maia e as 7 Profecias Maias.Faremos um correlação direta com a atualidade e através das 8 Leis Universais veremos uma nova possibilidade de crescimento pessoal.Os canais interdimensionais estão se abrindo e as mensagens do mundo espiritual estão chegando. Muitos estão nos ajudando nessa nova jornada. Terá o privilégio de ler as mensagens que foram canalizadas exclusivamente para esta obra vindas de mestres ascencionados como Khuan Yin, Saint Germain, El Morya e Joahdi de Órion. Eles vêm nos falar sobre nossa condição, nossas capacidades e sobre uma nova perspectiva de vida, sobre nossos medos e a necessidade de uma nova religação com a Luz Divina.Com uma visão extremamente simples e objetiva, os mesmos autores do Livro "A Lei da Atração", C.Torres e S.Zanquim, juntamente com a participação de Tânia Resende que recebeu todas mensagens dos mestres e Rosa Teubl que desenhou com extrema perfeição suas respectivas imagens inéditas, receberam a permissão de compartilhar e desejam do fundo de seus corações que este livro lhe desperte e lhe ajude de uma forma muito especial.Este livro poderá estar em suas mãos. A Era de Ouro está chegando e com ela uma grande transformação vibracional. As mudanças já começaram e estão vindo à tona com força total. O mundo mudará radicalmente. Nosso objetivo é ativá-lo (a) e prepará-lo (a) para uma nova jornada, um novo mundo, para um novo modelo de integração entre as pessoas. Os sistemas de governo que acreditamos serem indestrutíveis também sofrerão grandes mutações, não porque estão errados, mas porque chegaram ao seu limite e precisam ser modificados e reformulados urgentemente. As pessoas sentirão essas mudanças rapidamente a partir do final de 2008, na economia mundial, na cultura, nas relações com o dinheiro e em suas próprias maneiras de encarar a vida e suas relações pessoais. O ápice dessa transformação acontecerá no ano de 2012, quando ocorrerá a entrada definitiva da humanidade rumo à grande Era de Ouro de Aquário. Tudo passará a ficar mais acelerado e as vibrações mentais acompanharão essa aceleração.Durante a leitura deste livro compreenderá que não estamos caminhando para uma Era de destruição e desespero como muitos estão pregando, estamos sim vivenciando algo nunca visto pelo homem, algo que acontece ciclicamente no Universo, mas nunca tivemos a oportunidade de presenciar. Teremos a possibilidade de ver e sentir essa grande passagem de Era. Muitas mudanças virão, contudo virão para ampliar nosso crescimento e nossa evolução como seres humanos.Nossa finalidade é ajudar as pessoas a se prepararem e se libertarem da egrégora do medo em que continuam vivendo. A Era de Ouro significará a Era do bem estar e da abundância, mas antes disso será necessária essa preparação, pois uma passagem de Era não é como um apagar e acender de luzes é necessário um período para se estabelecer essa passagem, justamente para se ter uma preparação adequada da consciência humana, de todos os seres e de tudo o que existe. Entenderá o que significa realmente a Nova Era e para onde estamos caminhando.Nosso livro anterior intitulado A Lei da Atração, teve repercussão internacional e entendemos o real motivo pelo qual esse assunto se expandiu pelo mundo com tanta força e aceitação. O mundo está preparado e disposto a reativar os antigos conhecimentos sobre as Leis Universais e a se reconectar com a Fonte Criadora. Os mistérios e segredos do Universo são infinitos, mas à medida que a humanidade vai adquirindo a evolução necessária para compreendê-los e vivenciá-los, a verdade começa a ser revelada criando assim um acesso, um canal energético de livre informação, objetivando o repasse dessas informações ao maior número possível de pessoas. Percebemos que os conhecimentos sobre o Universo não devem mais ficar nas mãos de poucos. A Era da doutrina e dos dogmas está acabando. Entramos na Era da verdade e nada mais poderá impedir nossa expansão.Muitos ainda lutarão para evidenciar o apocalipse e o final dos tempos, muitos continuarão presos e submissos a esse modelo, mas esses esforços serão todos em vão. A força da expansão e da verdade prevalecerá. Por isso, a nossa intenção é apontar exatamente o contrário, o positivismo e o bem estar que começam a se manifestar e se estabelecerão de uma vez por todas.Tivemos a ajuda de várias pessoas ao redor do mundo para escrever esse livro. Com muita tranqüilidade todas elas foram surgindo em nosso caminho, uma conexão de propósitos semelhantes e intenções muito fortes que nos uniram para que esse projeto se tornasse realidade. Tivemos também a participação e a manifestação direta de nossos irmãos interdimensionais que nos presentearam com todos os seus conhecimentos através de belas mensagens canalizadas exclusivamente para essa obra.Para nós autores, foi uma grande honra tê-los conosco nessa longa caminhada de despertar espiritual a que nos propusemos e a pedido deles próprios, a partir de agora os chamaremos de Irmãos de Dimensões Superiores ou Irmãos Interdimensionais.Desejamos amorosamente que você leitor (a) participe dessa grande transformação rumo a Era de Ouro que lhe espera de braços abertos. Permita-se usufruir dessa leitura, abra-se para as verdades do Universo. Você está prestes a reativar algo muito intenso que existe dentro de sua alma. Nossa sugestão é que leia, acredite em tudo que está escrito, mas absorva para si somente o que lhe for necessário.
MENSAGEM DE EL MORYA PARTE 1 -

MENSAGEM DE EL MORYA PARTE 2 -
MENSAGEM EXCLUSIVA DE JOAHDI DA COSNTELAÇÃO DE ORION PARA O LIVRO 2012 A ERA DE OURO

MENSAGEM DE JOADHI SOBRE O BRASIL.


RESSONÂNCIA SCHUMANN


Não apenas as pessoas mais idosas mas também jovens fazem a experiência de que tudo está se acelerando excessivamente. Ontem foi Carnaval, dentro de pouco será Páscoa, mais um pouco, Natal. Esse sentimento é ilusório ou tem base real?
Pela ressonância Schumann se procura dar uma explicação. O físico alemão W.O. Schumann constatou em 1952 que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera, cerca de 100km acima de nós. Esse campo possui uma ressonância (dai chamar-se ressonância Schumann), mais ou menos constante, da ordem de 7,83 pulsações por segundo.
Funciona como uma espécie de marca-passo, responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum de todas as formas de vida. Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma frequência de 7,83 hertz.
Empiricamente fez-se a constatação de que não podemos ser saudáveis fora dessa frequência biológica natural. Sempre que os astronautas, em razão das viagens espaciais, ficavam fora da ressonância Schumann, adoeciam. Mas submetidos à ação de um simulador Schumann recuperavam o equilíbrio e a saúde. Por milhares de anos as batidas do coração da Terra tinham essa freqüência de pulsações e a vida se desenrolava em relativo equilíbrio ecológico. Ocorre que a partir dos anos 80, e de forma mais acentuada a partir dos anos 90, a freqüência passou de 7,83para 11 e para 13 hertz.
O coração da Terra disparou. Coincidentemente, desequilíbrios ecológicos se fizeram sentir: perturbações climáticas, maior atividade dos vulcões, crescimento de tensões e conflitos no mundo e aumento geral de comportamentos desviantes nas pessoas, entre outros. Devido à aceleração geral, a jornada de 24 horas, na verdade, é somente de 16 horas. Portanto, a percepção de que tudo está passando rápido demais não é ilusória,mas teria base real nesse transtorno da ressonância Schumann.
Gaia, esse superorganismo vivo que é a Mãe Terra, deverá estar buscando formas de retornar a seu equilíbrio natural. E vaiconsegui-lo, mas não sabemos a que preço, a ser pago pela biosfera e pelos seres humanos. Aqui abre-se o espaço para grupos esotéricos e outros futuristas projetarem cenários, ora dramáticos, com catástrofes terríveis, ora esperançadores, como a irrupção da quarta dimensão, pela qual todos seremos mais intuitivos, mais espirituais e mais sintonizados com o biorritmo da Terra.
Não pretendo reforçar esse tipo de leitura. Apenas enfatizo a tese recorrente entre grandes cosmólogos e biólogos de que a Terra é, efetivamente, um superorganismo vivo, de que Terra e humanidade formamos uma única entidade, como os astronautas testemunham de suas naves espaciais. Nós, seres humanos, somos Terra que sente, pensa, ama e venera. Porque somos isso, possuímos a mesma natureza bioelétrica e estamos envoltos pelas mesmas ondas ressonantes Schumann.
Se queremos que a Terra reencontre seu equilíbrio, devemos começar por nós mesmos: fazer tudo sem estresse, com mais serenidade, com mais harmonia, com mais amor, que é uma energia essencialmente harmonizadora. Para isso importa termos coragem de ser anticultura dominante, que nos obriga a ser cada vez mais competitivos e efetivos. Precisamos respirar juntos com a Terra, para conspirar com ela pela paz.

JESUS E A LEI DA ATRAÇÃO




Jesus Cristo foi o homem mais influente na história da humanidade. Sua trajetória é

contada até hoje no mundo inteiro, e mesmo assim, muitos mistérios ainda circundam

a vida de Jesus. A Bíblia sagrada não traz nenhuma grande referência sobre sua

vida dos 12 aos 30 anos. Elizabeth Clare Prophet, Holger Kersten e muitos outros

estudiosos formularam diversas teses sobre o assunto, que incluem as viagens do

Nazareno até o Himalaia, Índia e Nepal, e seus possíveis estudos sobre os vedas,

budismo e ensinamentos essênios, que incluíam terapias de cura e viagem astral.

Em contato com os Mahatmas, grandes Mestres do oriente, o Cristo aperfeiçoou

seus dons para então nos ensinar uma verdade universal: o amor incondicional.

Os conhecimentos sobre a Lei da Atração nos mostram que somos co-criadores

de nossa realidade e utilizar nosso poder criativo de maneira consciente, pode

ser a chave para a felicidade, atraindo prosperidade, saúde, paz e amor. Nossa

melhor ferramenta para criar, conscientemente nosso destino, são os nossos

pensenes - pensamentos, sentimentos e energia. Modelar nossos pensenes, como

sugerem os profissionais da programação Neurolingüística, é uma maneira segura

de obtermos resultados positivos em qualquer área de nossas vidas. Porém, viver

somente em função de nossos desejos ligados ao ego, pode ser uma felicidade ilusória,

pois é transitória, e acaba ou muda de acordo com nossas novas vontades. A

verdadeira felicidade surge quando compreendemos que tudo o que precisamos

para ser feliz está dentro de nós mesmos, em nossa essência divina, a mesma que

habita todos os seres de nosso planeta.

Tudo em nossa existência fisica é dual, apresenta duas essências. O yin e yang, o positivo e o negativo, o ativo e o passivo, o masculino e feminino. São aspolaridades que regem nosso universo, e nossa jornada neste planeta é uma buscapelo perfeito equilíbrio, a unidade. Para vivermos em equilíbrio é necessário promover uma expansão da consciência, que visa atingir um nível maior de lucidez e discernimento. A consciência em seus níveis mais sublimes é capaz de fazer coisas inexplicáveis, verdadeiros milagres. A verdadeira mensagem do Cristo nos ensina o caminho para entrar em harmonia com nosso “Eu Superior”, a meditação. Expandindo nossa consciência estaremos contribuindo para evolução de nosso planeta. Precisamos criar energias positivas de amor, paz e união, sem preconceitos, sem dogmas, sem imposições, sem julgamentos.O amor incondicional é a chave para convivermos em harmonia e fazer com que nossa existência neste planeta não seja em vão. "

Mautama Krishnarabi é filósofo, músico, escritor e pesquisador independente. Suas pesquisas tem como principal referência o paradigma consciencial, que fundamenta as ciências: Conscienciologia e Projeciologia.

DÚVIDAS : LEI DA ATRAÇÃO



Título: Tire Suas Dúvidas

Olho: F.A.Q. (do inglês “Frequently Asked Questions”) se refere às dúvidas recorrentes em determinado assunto; a seguir, especialistas respondem às perguntas mais comuns de leigos e iniciantes a respeito da Lei da Atração

Destaque 1: “Qualquer pessoa pode usar a Lei da Atração para materializar um centavo ou milhões de reais; depende de sua capacidade de se manter numa freqüência de abundância”

Destaque 2: “O excesso de pensamento positivo é prejudicial, pois se algo não acontecer como desejado, surgem a decepção e a frustração”


— O que diferencia a Lei da Atração do pensamento positivo?

Wellington Rodrigues: O pensamento positivo é uma opção e podemos voluntariamente adotar essa prática ou não. Já a Lei da Atração é uma Lei Universal que funciona em todos os aspectos de nossa vida, quer aceitemos ou não, quer acreditemos ou não, como a lei da gravidade. Estamos sempre a usando, seja no sentido positivo ou negativo. O pensamento positivo é um elemento básico que integra a Lei da Atração positiva, mas não é o único nem o mais importante. A coordenação e sincronização de estados mentais, emocionais e físicos são essenciais se quisermos viver em harmonia com a Lei da Atração positiva. Logo, muitos falham ao usar somente o pensamento positivo como um placebo, pois em realidade não estão integrados completamente com suas metas e existem aspectos internos (a um nível subconsciente) que ainda resistem à obtenção de tais metas.


— Rezar e pedir a Deus não tem o mesmo efeito psicológico que pedir ao universo, como propõe a Lei da Atração?

Cláudia Giovani: Às vezes, sim. Na maioria das vezes, não, porque a pessoa que reza está com o foco de sua atenção voltada ao que ela quer evitar ou que ela não quer mais em sua experiência. Está, portanto, enviando sinais de energia vibratória que “falam” do problema e não da solução. E assim, está atraindo mais daquilo que não quer para si. Ademais, não estamos falando em efeitos psicológicos. Estamos falando de energia. Somos seres de energia vibratória vivendo num Universo de energia vibratória. Conscientes ou não, estamos 24 horas por dia enviando vibrações através de nossos pensamentos e emoções ao Universo e que fatalmente irão atrair experiências semelhantes para as nossas vidas. Não é preciso parar para pedir ao Universo; estamos pedindo agora, enviando vibrações energéticas através de nossos pensamos e sentimentos.


— Uma pessoa pode usar a Lei da Atração para ganhar na Mega-Sena ou em jogos de azar?

Wellington Rodrigues: Qualquer pessoa pode usar a Lei da Atração para materializar um centavo ou milhões de reais. As Leis Universais são neutras e em realidade não existe uma entidade mitológica julgando o que é certo ou errado. Ganhar em jogos de azar ou por meio de um trabalho não faz diferença nesse nível superior. E a diferença de quantias é estabelecida pela capacidade da pessoa de manter-se em uma freqüência de abundância e devidamente sincronizada em todos os aspectos, para que possa atrair tal quantia. Se a única maneira possível no Universo de atrair a quantia desejada é por meio de um jogo de azar, esta será a maneira pela que tal objetivo se realizará. Porém, nunca devemos limitar a manifestação dessa Lei a só uma possibilidade.


— Quero trocar de carro e decido usar a Lei da Atração. No entanto, paralelamente, começo a guardar dinheiro para essa mesma finalidade. O ato de poupar não representa um pensamento negativo de minha parte? Como se eu, no fundo, duvidasse da Lei da Atração e estivesse preparando uma alternativa?

Carlos Torres e Sueli Zanquim: Não, não há problema algum em poupar. Isso não significa que está duvidando da Lei da Atração. A Lei não é mágica; mágicas são as pessoas, as circunstâncias que surgem em sua vida e lhe mostram os caminhos, trazem novas oportunidades e possibilidades. Sua pergunta demonstra exatamente isso: você começou a desejar um novo carro e, de alguma forma, está conseguindo, através de seu trabalho, de algum rendimento extra ou de um investimento, não importa. Sempre aparece a melhor maneira e as coisas clareiam, pois nesse exato momento você está aberto a novas possibilidades e focado em um carro novo.


— Quantas vezes por dia e durante quanto tempo uma pessoa deve se concentrar num pedido ao Universo?

Carlos Torres e Sueli Zanquim: Não existe regra. Mas a mente grava por repetição. Ninguém nasce sabendo andar de bicicleta, mas depois de algumas tentativas e tombos aprendemos e nunca mais esquecemos. Da mesma forma, nossos pensamentos se tornam padrões, bons ou maus, e então não conseguimos esquecer. Se você desejar algo e sempre que pensar nisso você sentir emoção e bem-estar, então seu desejo é real e está vibrando dessa forma. Somos totalmente contra a idéia da ditadura do positivismo e da apologia ao sucesso. O excesso de pensamento positivo é prejudicial, pois se algo não acontecer como desejado, surgem a decepção e a frustração. Muitas coisas que não gostamos acontecem em nossas vidas e só conseguimos enxergar sua importância depois de muito tempo. Tudo tem uma razão de ser e tudo tem hora certa para acontecer. A frase que simplifica essa idéia é: “Não se preocupe tanto em como fazer, apenas descubra o que realmente quer para sua vida”. Muitas pessoas não sabem o que realmente querem e são exatamente elas que não prosperam, pois simplesmente esperam que algo venha ou que alguém faça o que elas têm de fazer. A Lei da Atração precisa essencialmente de ação.

Box:
Quem São os Especialistas

Wellington Rodrigues (www.cienciamental.com) ministra o workshop Como Usar a Lei da Atração em Sua Vida em Nova York (EUA); em 2008, passará a atender também no Brasil.

Cláudia Giovani (www.shanta.biz) oferece o curso Energia $ Lei da Atração, focado em prosperidade financeira e cujo material de apoio é totalmente digital.

Carlos Torres e Sueli Zanquim (www.leidaatracao.com.br) são autores do livro A Lei da Atração (Ed. Madras) e também oferecem palestras e workshops sobre o tema.



--------------------------------------------------------------------------------
ENTREVISTA CEDIDA POR CARLOS TORRES:

A matéria fala sobre os cuidados que devemos ter com a Lei da Atração, o que fazer e, principalmente, o que não fazer de jeito nenhum.


Que tipo de erros ou equívocos uma pessoa pode cometer ao usar a Lei da Atração? Com o que ela precisa ter cuidado ao fazer uso desse valioso instrumento?
Sempre que se fala em poderes da mente e poderes extrasensoriais, nos colocamos numa região pouco conhecida pela maioria, os mais experts também caem nas armadilhas da mente.
Na minha opinião o maior erro que as pessoas cometem é se tornarem vitimas do positivismo, costumo chamar de ditatura do positivismo. Logicamente pensar positivo é o melhor caminho, mas a lei da atração não funciona dessa forma, minhas experiencias pessoas e de muitos depoimentos que recebo de leitores, mostram que não é preciso ficar mentalizando, visualizando 24 horas por dia aquilo que deseja, isso para mimé muito prejudicial, pois causa frustação e muitas vezes estresse por ansiedade. é muito comum as pessoas acharem que a lei da atração é algo pronto, é só comprar e usar. as vezes os resultados são rapidos, mas as vezes demora, isso não importa, o que importa mesmo é a pessoa descobrir o que realmente quer para sua vida e caminhar confiante.
Portanto devemso tomar cuidado para não nos tornamos vitimas de nossas próprias crenças, o que fazer então? Cultive seus ideais, sonhe, trabalhe e confie.


Qualquer intenção é válida? Posso usar a Lei para ganhar na loteria, por exemplo? E se alguém pedir para que algo de ruim aconteça a outra pessoa, também funciona? Como poderíamos nos livrar da energia negativa que outra pessoa desejou para nós? Quais as dicas você daria para que a pessoa intencione da maneira correta?
Sim, qualquer intenção é valida. Se parar e perceber, todo e qualquer ato que fazemos, mas que não seja mecanico, como comer, escutar, olhar etc. Sempre que pensamos e pensamos o tempo todo, estamos intensificando esses pensamentos com intenções, nem sempre percebemos essas intenções, elas ficam escondidas, mascaradas, mas elas sempre existem e elas é que comandam nosso dia a dia.
Por exemplo, uma pessoa trabalha, tem seu emprego seguro, suas economias e deseja ter muito mais, quer ficar rico, comprar a casa dos sonhos, um carro novo, etc. mas não percebe que a maioria do tempo do seu dia a dia, está focado na falta, está sempre pensando que deve economizar pois um dia lhe faltará dinheiro se ficar desempregado, poderá lhe faltar oportunidades, poderá lhe faltar força de vontade, e se vier a construir podera lhe faltar dineheiro e não conseguirá concluir seu sonho. então de nada adianta essa pessoa economizar, trabalhar incansavelmente, pois a falta se manifestará sempre, pois esse é seu foco de atenção. Pare e pense, em que pensa a maior parte do seu dia? Esse é seu foco, essa é a sua vibração, isso é o que se manifestará. intenção é intensidade. em tudo o que intensifica o pensamento se manifesta. Essa é a regra.
Se desejar algo de ruim para uma pessoa, isso pode acontecer sim, depende mais da receptividade da outra pessoa do que seu próprio poder, na verdade nessa situação o mal se manifesta pela permissão, ou seja, se a pessoas estiver aberta a contratempos, isso pode acontecer. Poder todos tem, mas nem todos permitem a entrada dessas energias.
Para se livrar dessas energia negativas então, só precisamos nos focar na superioridade divina, manter a autencidade em nossos atos e perdoar sempre que precisar, sem que o orgulho atrapalhe.
Tive uma experiencia interessante algum tempo atrás, estava caminhando pela rua e preocupado em ser assaltado, a rua estava vazia e eu estava totalmente vulnerável naquele local. em alguns segundos aparaceu a uns 50 metros 4 rapazes e imediatamente percebi que eles viriam na minha direção para me assaltar, não podia voltar, pois mostraria medo e facilmente me pegariam, num instante decidi seguir em frente e encara-los, mas resolvi manter minha integridade e não focar o medo. Sem programar o que ia fazer, mesmo porque não daria tempo. quando vieram me abordar para o assalto, tive um ato repentino, antes deles me darem voz de assalto, estiquei minha mão para comprimentá-los, um por um comprimentei, abraçei 2 deles, como num ato de perdão, ficaram totalmente sem reação e sequer cogitaram em me assaltar, passei por eles e segui em frente sem entender direito o que havia acontecido. eu atrai aquela situação quando comecei a sentir medo de ser assaltado, os assaltantes apareceram, mas ao mesmo tempo consegui neutralizar a mesma situação, não digo para as pessoas fazerem isso, é lógico, mas hoje sei que naquele momento a força do amor e da confiança agiu em mim e alterou outros, o que poso dizer é que o amor é mil vezes mais poderoso do que o medo.

Alguns dizem que quando a lei parece nao funcionar significa que não colocamos a energia na intenção. É verdade? Como podemos fazer isso?
Como faço para canalizar corretamente a energia para aquilo que desejo? Que cuidados devemos ter em relação a isso? O que pode dar errado se eu não canalizar essa energia da maneira correta? Quais as dicas você daria para a correta canalização da energia?

Como disse anteriomente, intenção siginica intensidade, ela é que dá forma, ela é que ressoa, ela é que vibra, portanto ela é que atrai.
A dica principal é semrpe identificar a real intenção em tudo o que deseja, a mente cria armadilhas, por exemplo, uma pessoa deseja constituir uma empresa e ser um empresário de sucesso,mas no fundo não deseja realmente isso para ele, pode estar no fundo querendo demonstrar para seus pais que ele era realmente capaz de conseguir ser alguém importante, pois eles o rejeitavam muito na sua infancia, esses arquétipos se não forem identificados, pode-se carregar a vida inteira. o que isso significa? que essa pessoa não irá conseguir o que deseja? Não, ele conseguirá sim, porque sua intenção existe e é real, mas o que certametne acontecerá quando ele estiver com sua empresa erguida e bem posicionada, estará ainda vazio, padecendo de aceitação, continuará sua caminhada em busca desse preenchimento interior.
é alog muito subjetivo, mas funcionamos dessa forma. existem técnicas avançadas de reprogramação mental como por exemplo a hipnose, são técnicas muito eficientes, não sou especialista, mas recomendo para quem achar necessário. nem todos tem a capacidade de reprogramar suas mentes sozinhos, por isso existem profissionais qualificados para isso.
Sempre que desejar algo, tente colocar isso escrito em papel, ou agenda. Qaundo escreve ativa seu lado intuitivo e sua mente busca seus reais propositos dentro de você mesmo. e não no mundo exterior.
identifique sua real intenção naquilo que deseja, depois diga a si mesmo quanto desejo ganhar se for um desejo financeiro, descreva o quanto deseja, e não apenas escreve quero ficar rico um dia, ou quero ter muito dinheiro um dia, se assim fizer não estará sendo claro ao universo, muito dinheiro para o unvierso pode ser 5.000,00 ou 500.000,00, e um dia para o universo pode ser daqui a uma semana como tambme daqui a 20 anos. então deve ser claro com voce mesmo, escreva porque está desejando tudo isso e que vai fazer depois, lembre-se sempre nada está parado no unvierso, sequer o átomo de de um grão de areia está inerte, vibra e interage no ambiente, deve dar continuidade aos sonhos, eles nunca acabam, por fim, escreva também todas as pessoas que deve´rão se beneficiar com tudo isso que irá conquistar, isso lhe trará bme estar e formará uma corrente de prosperidade muito mais forte, lembre-se, tudo o que conquistamos, mesmo que sendo nosso, tivemos a ajuda de muitas pessoas direta ou indiretamente, não conquistamos nada sozinhos, pessoas são essencias para alcançarmos objetivos. por isso devemos sempre coloca-las junto de nossos sonhos. como forma de gratidão.
Sobre a ultima pergunta, o que pode dar errado se não canalizar corretamente a intenção? primeiramente deve se frustar por não conseguir o que deseja e imediatamente falar que a lei da atração não funciona, entra num processo de confusão mental não sabendo o que é certo e o que é errado, o dissernimento desaparece e pode entrar num espiral de negatividade. passa por fim a não acreditar em si mesmo, a baixa estima é primeiro sintoma da falta de fé. costumo trocar a palavra fé por confiança. confiar é acreditar naquilo que não se pode ver.



Que tipo de pensamentos devemos ter para que a Lei da Atração aja a nosso favor? Quais os pensamentos devem ser evitados sempre? Por que?
Apenas descubra o que realmente quer para sua vida e trabalhe confiante nessa direção, não gosto de passar técnicas, pois a racionalidade geralmente atrapalha nessas situações. a naturalidade sem esforço e sacrificio é o que funciona no final, sempre. Devemso ser naturais conosco mesmo, os sonhos devem ser naturais, os ideias, os desejos tem de vir de encontro os propositos pessoais de cada um e esse propositos devem levar sempre ao mais alto para serem fortes e eficazes. quando falo em proposito pessoal, passo um pouco para o campo da espiritualidade, cada um veio a esse mundo com um proposito e esse for descoberto então entra num processo de alavancagem espiritual de extrema força, nesse ponto tudo acontece sem esforço e sem sacrificio mental, tudo corresponde e conspira a seu favor, é o seu centro de sinergia com o unvierso, para isso a pessoa só precisa descobrir seu caminho e sentir se realmente é o correto.
Sempre que desejar algo, opte por dizer, Que bom seria se eu tivesse..... Que bom seria se eu estivesse naquele local.... Que bom seria se eu estivesse com aquela pessoa.....
Isso lhe coloca numa posição de disponibilidade, de gratidão e de abundância, porque está se colocando dentro de um mundo de infinitas possibilidades e bem estar. ao invés de dizer, vou conseguir isso de qualquer forma, custe o qeu custar, vou me sacrificar mas vou conseguir. ou então dizer eu queria tanto aquilo... eu queria tanto estar com aquela pessoa...
Esse tipo de pensamento só lhe coloca em desconexão com as leis divinas, quando diz eu queria, está pronunciando algo que deseja no futuro, mas está dizendo no passado, e pior ainda está pronunciando no préterito imperfeito, não basta estar no passado, está ainda dentro de um passado imperfeito. Cuidado com as palavras é sempre essencial nesse processo, o verbo é máquina que rege o mundo.


Como evitar certos pensamentos sem pensar ainda mais neles?
Sempre que pensamentos ruins, que não quer veem a sua mente, não permita a sua entrada, bloquei-os, tire o foco, sai para dar um volta, escute uma boa musica, ligeu para um amigo(a), converse, assista a um bom filme, nunca estaremos num processo de positivo constante, isso é ilusão, as pessoas compreender que tudo no universo é ciclico, precisa de altos e baixos para se movimentar, e nós seres humanos também somos assim, aceitar certas fases de baixa durante a vida é comum, sempre que estiver num processo de baixa em sua vida, prepare-se por que o ciclo de alta está por chegar, sempre chega, porque a vida é ciclica como o universo todo também é. Só não deve perdurar pro muito tempo, se isso acontece a muito tempo com você, deve procurar descobrir a origem e procurar um tratamento adequado, mas na maioria das vezes, as pessoas entram num processo de culpa e de baixa estima, somente porque estão numa fase ruim, potencializam pensamentos ruins nessas fases e chegam a dar vida para eles.
é comum, escutar de pessoas nesses processos dizendo. Minha dor de cabeça está me matando, minha ansiedade está me matando.. veja como as pessoas dão vida a certas coisas e sentimentos, passam a fazer parte da vida delas mesmo. Nunca de tanta importancia ao estress e a depressão, saiba que são todas doenças com origem num unico sentimento, o medo.
o stress é o sintoma do medo de não conseguir, o medo de faltar, o medo de não ser capaz, o medo de ficar sozinho, o medo do futuro, se estiver consciente e confiante o estresse não terá espaço.
As pessoas tem de dizer definitivamente não ao medo, ao medo inconsequente e fonte de tantos contratempos.


Quais os sentimentos devem estar associados aos pensamentos que usamos para atrair o que desejamos? Que tipo de sentimento deve ser afastado? Por que? Como afastá-los?
numa linha reta, primeiro a aceitação, depois a gratidão, os ideias próprios, a força criativa, depois construir e identificar as reais intenções, escolhas coerentes, entusiamo ( a palavra entusiasmo signfica estado de exaltação da alma),para ter motivação, tendo motivação, naturalmente terá disposição, perseverança e confiança.
O pensamento da falta e do medo devem ser afastados, são arquétipos colocados em nossas mentes a milênios e não correspondem com o mundo abundante e perfeito em que vivemos.
o medo ao contrário do amor, costumo também trocar a palavra amor, por ética, porque ja´deturparam demais a palavra amor, o medo é a vibração contrária, que possue a mais baixa frequencia vibracional, se premitair a entrada do medo estará permitindo a entrada de todos os infortunios e contratempos que possam existir.


Descreva passo a passo o que seria o método ideal, correto e completo, para usar a lei da Atração e alcançar aquilo que desejamos, explicando, inclusive, o que não fazer nesse caminho.


Se uma intenção não se materializa no tempo desejado, algumas pessoas acreditam que a lei da Atração não funciona para elas ou não existe. Seria um erro pensar assim? O que essas pessoas podem estar fazendo de errado que leva a lei a não se manifestar da maneira desejada?

estou escutando muito as pessoas dizendo isso. que a lei da atração não funciona, mas um dia perceberão que funciona sim, o tempo mostrará que sim. sempre funciona e está diretamente ligada aos sentimentos mais profundos de cada um, esses sentimentos é o que valem, eles é que estão no comando, os processos inconcientes comandam nossas vidas, por isso as pessoas cada vez mais procuram a meditação e terapias que levam ao interior de cada um, no fundo estão procurando a verdade, e a verdade está mesmo dentro de cada um, não adianta buscar fora, está realmente dentro. quando a encontra tudo flui com naturalidade, sem esforço e sem sacrificio. sequer um planeta, ou até mesmo o sol e nosso galaxia trabalham sobre o prisma do esforço e do sacrificio, não tem ninguem fazendo força ou se sacrificando para movimenta-los e girá-ls com tanta velocidade dentro do vazio do espaço. as arvores crescem no tempo certo e tambem sem esforço, a vida se manifesta, um bebem cresce dentro do utero da mãe, e e sequer para para pensar que precisar construir aquele ser, a vida cria por si só. porque nós que fazemos parte disso, temos que acreditar no sacrificio como unica forma de evolução e crescimento.
esse paradigma deve ser quebrado caso contrário as pessoas entraram mesmo num processo de auto destruição.


Pode ser que o desejado aconteça mais tarde? Por que essa diferença de tempo? Onde está o equívoco?

não existe equivoco, o universo é perfeito, tudo acontece na hora certa, quando estamos no processo de desejar, queremos tudo para ontem e nem sempre é assim, não temos o controle sobre tudo. isso é ilusão. existe um ditado iniciatico que diz, " o mestre só se aprezenda ao discipulo quando este estiver pronto". assim funciona o desenrolar dos acontecimentos, quando estiver preparado, recebe. e sempre na hora correta. Eu particularmente demorei 15 anos para receber o que desejei, demorou, mas recebi, e na hora correta, se não fosse dessa maneira, não seria perfeito.


Que conselho você daria àqueles que têm tentado usar a lei da Atração sem obter sucesso?
A Lei da Atração não é técnica, nunca conseguiremos controlar a lei suprema, a lei da atração é lógica e exata, talvez um dia o homem consiga decifrar parte dessa fabulosa lei, mas será impossivel ter controle sobre ela. pois é uma lei divina e trabalha no mundo das possibilidades.
o pensamento é a energia mais poderosa que existe, é 27 vezes mais rápida que a velocidade da luz, essa energia consciente se chama energia taquionica, descoberta a mais de 80 anos, energia livre que se moviementa pela neutralidade, é nergia neutra, não tem massa, nem peso, viaja pelo universo de possibilidades.
temos sim, uma maquina do tempo dentro de cada um, o cérebro é maquina do tempo, quando imagina algo no futuro, na verdade sua mente está mesmo no futuro, está moldando o futuro como deseja que ele seja, se estiver realmente certo disso que está cosntruindo, se tiver a certeza dentro de você, então sua maquina estará trabalhando corretamente e as realizações virão.

A VIDA DE IMHOTEP - FILME PARTE 3


CLIQUE NO TITULO DA POSTAGEM E ASSISTA A PARTE 3 DO FILME
UM FILME DE FERNANDO MALKUN- COLOMBIA. 2008

A VIDA DE IMHOTEP - FILME PARTE 2

CLIQUE NO TITULO DA PSOTAGEM PARA ASSISTIR AO VIDEO PARTE 2 NO YOUTUBE.
UM FILME DE FERNANDO MALKUN. COLOMBIA

A VIDA DE IMHOTEP - FILME PARTE 1


CLIQUE NO TITULO DA POSTAGEM E ASSISTA A PARTE 1
SOU UM FÃ INCONDICIONAL DE FERNANDO MALKUN.
SEUS FILMES SÃO DE UMA QUALIDADE HISTÓRICA E INFORMATIVA DE MUITA IMPORTÂNCIA.
MESMO NÃO SENDO MUITO CONHECIDO AQUI NO BRASIL, SUAS OBRAS FALAM POR SI.
É DIRETOR E PRODUTOR DOS FILMES, PROFECIAS MAIAS, CONEXÃO ATLANTIDA E O OLHO DE HÓRUS. DOCUMENTÁRIOS LONGOS E MUITO BEM FEITOS.
PARABÉNS FERNANDO MALKUN. COLOMBIA.

ESQUELETOS GIGANTES


CLIQUE NO TITULO DA POSTAGEM PARA ASSISTIR AO VIDEO.
SERIAM SERES LEMURIANOS? A LENDA DE DAVID E GOLIAS PODERIA SER UMA UM FATO REAL?
EXITIRAM GIGANTES NA ILHA DE PÁSCOA? O ULTIMO REFUGIOD OS GIGANTES DA LEMURIA AFUNDADA?
PARA PENSAR

7 PROFECIAS MAIAS

O CALENDÁRIO MAIA. 3 METROS DE DIAMETRO:
As 7 Profecias Maias
Os maias nos deixaram uma mensagem escrita nas pedras.... Uma mensagem que contém sete profecias, com uma parte de alerta e outra de esperança. A mensagem de alerta profetiza o que acontecerá em nosso tempo; a de esperança, nos fala das mudanças que devem haver dentro de nós mesmos para impulsionar a humanidade para uma nova era... Revelar cada uma dessas profecias implicará submergir em seu mundo científico, religioso e espiritual.
Desde anos atrás, nossa civilização vem sendo ameaçada pela guerra, a devastação dos recursos naturais, o materialismo e o caos tecnológico. Os maias, a partir de seus estudos científicos sobre o universo, e a absoluta precisão com que elaboraram seus calendários, sabiam exatamente quando isso aconteceria. Por isso, para nos alertar, deixaram uma mensagem escrita em
pedras que contêm sete profecias. Algumas advertem o homem sobre os perigos em prosseguir com seu comportamento destrutivo; outras, são uma mensagem de esperança que fala da atitude que deve ser tomada para impulsionar a
civilização para uma nova era de solidariedade e harmonia. As mudanças climáticas, sociais e psicológicas anunciadas por tais profecias aconteceram de todos os modos, e os maias asseguram que uma transformação na consciência do homem pode alterar essas previsões e moderar seus efeitos. Porém, para poder compreender este legado, é necessário conhecer
sua cultura, seus conhecimentos e sua maneira de ver a vida.

A arte, a ciência e a religião maia estão baseados em sua relação com o sol. Acreditavam que era a única via para se comunicarem com Hunab Ku, seu único deus, cujo coração e mente se encontram no centro da galáxia. Os
maias mediram o tempo e elaboraram seus calendários a partir de seu conhecimento exato sobre os movimentos do sol.

Descobriram que o sistema solar inteiro se move de maneira elíptica em ciclos de 25.625 anos, um dia
galáctico. Por sua vez, a cada 5.125 anos, o sol central da galáxia envia um raio de luz que sincroniza todos os planetas e seres vivos para conduzi-los a uma nova etapa, com maior harmonia. Observaram também que, nos últimos vinte anos de cada ciclo, o sol modifica seu eixo de rotação e produz grandes cataclismos na Terra. Esse período, o katún, funciona como um gonzo: nos impulsiona para uma nova fase evolutiva. Utilizaram seus calendários para prever todas estas mudanças e alinhar seu comportamento com o dos ciclos galácticos. A pirâmide de Kukulcan foi construída como um gigantesco relógio solar, que servia para ajustar os calendários e determinar, antecipadamente, as variações de energia no ser humano.

Há algumas décadas, cientistas de todo o mundo se dirigem às ruínas das cidades maias para estudar as datas e números gravados nos muros e livros sagrados. Assim, enquanto reaparecem seus conhecimentos, a misteriosa
mensagem dos "donos do tempo" vai sendo decifrada.

Primeira profecia
Segundo esta profecia, em 22 de dezembro de 2012, o sol receberá um raio que, sincronizando o centro da galáxia, iniciará um novo ciclo. Será o fim do mundo do materialismo e destruição em que vivemos, e o início de uma nova etapa de respeito e harmonia. Antes desse dia, a humanidade deverá optar entre desaparecer como espécie pensante, que atenta contra o planeta, ou evoluir para uma nova era de integração com o resto do universo.

Segunda profecia
A segunda profecia anunciou que, a partir do eclipse de 11 de agosto de 1999, as transformações físicas do sol alterariam o comportamento humano. Disseram que alguns perderiam o controle de suas emoções e outros afinariam sua paz interior para entrar em sincronismo com os ritmos da galáxia. Poderão, assim, neutralizar as mudanças drásticas que descrevem as
seguintes profecias.

Terceira profecia
Na terceira profecia, os maias asseguram que a conduta antiecológica do homem aumentará a temperatura da Terra e produzirá desequilíbrios climáticos e geológicos. A falta de sincronismo entre nosso comportamento e a natureza trará grandes problemas, como a evaporação da água dos solos, incêndios florestais e a destruição das colheitas. A atitude a ser tomada será crucial para transformar esta época de crise.

Quarta profecia
Aqui, é prevista uma onda de calor que provocará o derretimento de gelo dos pólos. Segundo os maias, este será o tempo em que o planeta se tornará limpo e verde, todavia as costas serão inundadas e as milhares de pessoas que vivem próximo ao mar correrão sérios riscos...

Quinta profecia
Segundo a quinta profecia, se não sintonizarmos nosso comportamento com os ritmos da natureza e da galáxia, antes de 2012 veremos falhar todos os sistemas sobre os quais está baseada nossa civilização. Produzir-se-á um
colapso da rede informática, eletricidade, o sistema econômico e a religião. A partir disso, o homem perceberá a necessidade de reorganizar a sociedade de um modo mais harmonioso e menos competitivo.

Sexta profecia
Fala-se da aparição de um cometa que trará transformações físicas muito bruscas em nosso planeta. A partir de seus cálculos, os maias asseguram sobre a existência de alta probabilidade de que um cometa se choque com a Terra. Contudo, sustentam que é possível desviar sua trajetória, por meios físicos ou psíquicos.

Sétima profecia
Nesta sétima profecia, os maias nos deixaram uma mensagem de esperança. Disseram que, a partir de um esforço voluntário para obter harmonia e paz interior, poderemos desenvolver novos sentidos e integrá-los ao funcionamento da galáxia. Assim, poderemos reduzir os efeitos nocivos anunciados por outras profecias e renascer em uma nova era, "a era da luz".
PROFECIAS MAIAS - INTRODUÇÃO - (FILME)


PROFECIAS MAIAS PARTE 1 (FILME)

PROFECIAIS MAIAS - PARTE 2 (FILME)


PROFECIAS MAIAS - PARTE 3 (FILME)