Reservas antecipadas do livro e contato com os autores email: leidaatracao@terra.com.br
Saiba mais sobre os autores Carlos Torres & Sueli Zanquim e suas obras.

Seus livros já venderam mais de 170.000 exemplares no Brasil e na Europa e mudaram a vida de milhares de pessoas. A venda no site oficial ou nas melhores redes de livrarias como Saraiva, Livraria Cultura, Fnac, Bertrand, Amazon, Wooks, Chiado, Martins Fontes e outras.

28 de abril de 2011

Esther Hicks fala sobre o encontro com Abraão.


The Abraham-Hicks™ story began in 1986 with Jerry and Esther Hicks giving a few friends the ability to ask life's questions of "Abraham" - a group of evolved teachers speaking through Esther. O Abraham-Hicks ™ história começou em 1986 com Jerry e Esther Hicks dando a alguns amigos a capacidade de fazer perguntas de vida de "Abraham" - um grupo de professores evoluiu falando através de Esther. As Jerry and Esther saw the results of that work, they made a conscious decision to go public, and the audience expanded. Como Jerry e Esther viu os resultados desse trabalho, eles fizeram uma decisão consciente de ir a público, eo público expandido.



In 1988, my life partner Eva came across Abraham-Hicks on the web. Em 1988, meu sócio da vida de Eva deparei com Abraham-Hicks na web. Years later and reluctantly at first, I eventually became caught up in the experience. Anos mais tarde, e com relutância a princípio, eu finalmente ficou presa na experiência. Now it seems as if all the things I questioned throughout my life have led me to this place. Agora parece que todas as coisas que eu questionei ao longo da minha vida me levaram a este lugar. Of all that I have experienced, this message resonates most clearly with me. De tudo o que eu experimentei, essa mensagem ressoa mais claramente comigo.



Abraham-Hicks™ - firstly the "Hicks" part of the story Abraham-Hicks ™ - em primeiro lugar o "Hicks" parte da história





From early childhood, Jerry Hicks had been a strong seeker of truth. Desde a infância, Jerry Hicks era um candidato forte da verdade. In the late '50s, while visiting friends in Spokane Washington, Jerry discovered a ouija board. No final dos anos 50, quando visitava amigos em Spokane Washington, Jerry descobriu um tabuleiro Ouija. Initially a strong disbeliever, he came to accept that something "real" was happening. Inicialmente descrente forte, ele veio a aceitar que algo "real" estava acontecendo. One session with the board directed Jerry to read books by Albert Schweitzer the Nobel Prize-winning philosopher, musician and Christian missionary. Uma sessão com a Diretoria Jerry a ler livros de Albert Schweitzer, o filósofo ganhador do Prêmio Nobel, músico e missionário cristão. Jerry bought his own ouija board, and although it never worked for him personally, he found three people that could receive messages through the board. Jerry comprou o seu próprio tabuleiro ouija, e apesar de nunca ter trabalhado para ele pessoalmente, encontrou três pessoas que poderiam receber mensagens através da placa. These messages however were more like party conversation than the feel of his first experience, so he eventually discarded the board. Estas mensagens foram no entanto mais como conversa do partido do que a sensação de sua primeira experiência, então ele acabou descartada a bordo.



In 1965, on impulse he picked up a book - Think And Grow Rich by Napoleon Hill. Em 1965, no impulso, ele pegou um livro - Pense e Crescer Rich por Napoleon Hill. As he started to read it, goose bumps came up all over him. Como ele começou a lê-lo, arrepios subiram em cima dele. He decided to follow the teachings. Ele decidiu seguir os ensinamentos. In a short time he became a successful businessman, and even began teaching the principles in the book. Em pouco tempo ele se tornou um empresário bem-sucedido, e até mesmo começou a ensinar os princípios do livro.



In 1980, he married Esther. Em 1980, ele se casou com Ester. Esther's upbringing was such that she regarded ouija boards as evil. educação Esther era tal que ela considerava as tábuas de ouija como mal. Despite their great relationship, Jerry learned to steer clear of topics like ouija boards - although Esther did ask what he had learned from it. Apesar de seu ótimo relacionamento, Jerry aprendeu a dirigir claramente de temas como as tábuas de ouija - embora Esther fez perguntar o que tinha aprendido com ele. Jerry felt strongly that there was intelligence "out there" that was desirous and willing to communicate. Jerry sentiu fortemente que houve inteligência "lá fora" que estava desejoso e com vontade de comunicar. Some of it was frivolous and some just plain dumb. Algumas delas eram frívolas e alguns simplesmente idiota. But some of it was pretty smart and it was real to him because of his experiences with it Mas alguns de que era muito inteligente e era real para ele por causa de suas experiências com ele



Abraham-Hicks™ - Jerry and Esther hear of Seth Abraham-Hicks ™ - Jerry e Esther ouvir de Seth



By 1983, Jerry's work with Think And Grow Rich had ceased to inspire him. Em 1983, com o trabalho de Jerry pensa e cresce rico tinha deixado para inspirá-lo. He'd seen a few people get rich, but others seemed to fail no matter how many courses they attended. Ele tinha visto algumas pessoas ficar rico, mas outros pareciam não, não importa quantos cursos que participei. There had to be something more, so he kept looking. Tinha que haver algo mais, então ele ficava olhando. One day, in a library in Phoenix, on impulse he picked up another book called Seth Speaks by Jane Roberts, and started to read. Um dia, em uma biblioteca em Phoenix, no impulso, ele pegou um outro livro chamado Seth Speaks por Jane Roberts, e começou a ler. The goose bumps sprang up again. O arrepiado nasceu de novo. It seems that Jane had the ability to go into a sort of trance and allow a non-physical entity called Seth to speak through her. Parece que Jane tinha a capacidade de entrar em uma espécie de transe e permitir que uma entidade não-física chamado Seth falar através dela.



Esther, sensing that this was another of those weird topics which she had been taught to avoid, didn't want to know about it, so Jerry took to reading these books early in the morning before Esther awoke. Esther, sentindo que este foi outro dos temas estranhos que ela tinha sido ensinado a evitar, não quero saber sobre isso, então Jerry levou a ler estes livros no início da manhã antes de Esther acordou. Subsequently, as Jerry described what he was learning, Esther's resistance began to fade. Posteriormente, como Jerry descreveu o que estava aprendendo, resistência Esther começou a desvanecer-se.



As she learned the principles through Jerry, she felt good about them. Como ela aprendeu os princípios através de Jerry, ela se sentiu bem com eles. She was learring now from her own experience and not living with fears learned from someone who had learned those same fears from some else and so on and so on. Ela foi learring agora de sua própria experiência e não viver com os medos aprendidos de alguém que tinha aprendido esses medos mesmo de alguns mais e assim por diante e assim por diante. She started to read the books, and they became the bridge that allowed her to break away from her taboos. Ela começou a ler os livros, e eles se tornaram a ponte que permitiu a ela para fugir de seus tabus. One day at lunch in Scottsdale Arizona, a stranger sitting behind them turned and asked if they had read any of the Seth books. Um dia, no almoço em Scottsdale Arizona, um estranho sentado atrás deles se virou e perguntou se tinha lido algum dos livros de Seth. They were startled because Seth had been a secret they shared with no one. Eles ficaram assustados, porque Seth tinha sido um segredo que compartilhou com ninguém. Then he said "Did you know Jane Roberts was dead". Então ele disse: "Você sabia que Jane Roberts estava morto". A real sense of loss swept over Esther because she, in particular, had formed a strong desire to meet Jane, and through her, Seth. Uma verdadeira sensação de perda varreu Ester porque ela, em particular, tinha formado um forte desejo de conhecer Jane, e através dela, Seth.



Abraham-Hicks™ - A "channeling" experience Abraham-Hicks ™ - A "canalização" experiência



Later, some good friends in Phoenix, acting a bit coyly, gave them a tape. Mais tarde, alguns bons amigos em Phoenix, na qualidade um pouco timidamente, deu-lhes uma fita. "It's channeled" they said. "É canalizada", disseram. That meant nothing to Esther, but as they explained what it was, it became obvious that this was exactly what Jane Roberts had been doing with Seth. Isso não significava nada para Ester, mas como eles explicaram o que era, tornou-se óbvio que esse era exatamente o que Jane Roberts estava fazendo com Seth. The tape was of a woman whom as it turned out was coming through Phoenix and offering to channel for people and answer their questions. A fita era de uma mulher que como se verificou foi que passa por Phoenix e oferecer para o canal para as pessoas e responder às suas perguntas. They made an appointment to see her. Eles fizeram uma consulta para vê-la.



It was the middle of the day, broad daylight, "non-spooky" as Esther describes it, and very pleasant as they visited with non-physical entities called Theo. Foi a meio do dia, luz do dia, "não-assustador", como Ester descreve, e muito agradável, pois eles visitavam com entidades não-físico chamado Theo. The first session was all Jerry. A primeira sessão foi tudo Jerry. He'd had been saving up a lifetime of questions and their allotted time flew past. Ele tinha vindo para salvar uma vida inteira de perguntas e tempo alocado voou passado. Esther was amazed and now wanted to ask her own questions. Esther ficou impressionado e agora queria perguntar suas próprias perguntas. They booked a second session for the next day. Eles reservaram uma segunda sessão para o dia seguinte. Then Esther asked "What can we do to speed up the achievement of our goals". Ester pergunta "O que podemos fazer para acelerar a consecução dos nossos objetivos". The first response was - use affirmations. A primeira resposta foi - use afirmações. They were OK with that one. Eles estavam bem com isso. The next suggestion was - meditate. A sugestão seguinte foi - meditar. Neither of them were OK with that because each had their own baggage on the subject. Nenhum deles estava bem com isso porque cada um tinha sua própria bagagem sobre o assunto. But the further explanation was to simply relax in comfortable clothes in a quiet place and focus on breathing. Mas a explicação foi a de simplesmente relaxar em roupas confortáveis ​​em um lugar calmo e se concentrar na respiração. "As your mind strays, and it will, bring it back to your breathing." "À medida que se afasta de sua mente, e ele, trazer de volta para sua respiração." This version of meditation sounded doable. Esta versão de meditação parecia factível. Then the tape recorder clicked off signaling the end of the session. Em seguida, o gravador desligou, sinalizando o fim da sessão.



Sensing that Esther still had questions, the woman asked if she wanted to know the name of her Spiritual Guide. Sentindo que Esther ainda tinha dúvidas, a mulher perguntou se ela queria saber o nome de seu Guia Espiritual. This was a new concept to Esther. Este era um conceito novo para Ester. She'd heard of Guardian Angels, not Spiritual Guides, but the concept sounded good so she said yes. Ela tinha ouvido falar de anjos da guarda, e não guias espirituais, mas o conceito soou bem para que ela disse que sim. The answer came back that she would have her own clairvoyant experience and would be told directly. A resposta foi que ela teria sua própria experiência de clarividência e seria dito diretamente.



Abraham-Hicks™ - Abraham appears Abraham-Hicks ™ - Abraão aparece



They went straight home, dressed comfortably and prepared for their first attempt at meditation. Eles foram direto para casa, confortavelmente vestida e preparada para sua primeira tentativa de meditação. Sitting separately (because they were a little embarrassed about this), they set a timer for 15 minutes and began. Sentar-se em separado (porque estava um pouco envergonhado com isso), que defina um temporizador de 15 minutos e começou. After three or four minutes, Esther began to feel a pleasant numbness - sort of tingly. Depois de três ou quatro minutos, Esther começou a sentir um entorpecimento agradável - espécie de formigamento. When the timer went off, it startled them both and Esther opted for an immediate repeat. Quando o cronômetro foi desligado, ele surpreendeu os dois e Esther optou por uma repetição imediata. Again after a few minutes she felt that wonderful numbness - she couldn't feel the chair - it was if she was floating. Novamente depois de alguns minutos ela sentiu que o entorpecimento maravilhosa - ela não podia sentir a cadeira - era se ela estava flutuando. Again the timer startled them. Mais uma vez o timer os assustou. Towards the end of their third meditation, Esther felt that something was "breathing" her - forcing the air in and out of her lungs as she floated. Para o fim de sua terceira meditação, Esther sentia que algo estava "respirando" dela - forçando o ar para dentro e para fora de seus pulmões enquanto ela flutuava. It felt wonderful, loving, ecstatic, and yet at the same time a little frightening. Era maravilhoso, amoroso, em êxtase, e ainda, ao mesmo tempo um pouco assustador. After the session Esther's teeth buzzed, not chattered but buzzed. Após a sessão de dentes Esther tonto, não conversava, mas tocou. Later she came to realize that this was her first experience with "Abraham". Mais tarde veio a perceber que esta era sua primeira experiência com o "Abraham".



Meditation became a daily exercise for them both. A meditação tornou-se um exercício diário para os dois. After about nine months, in November 1985, Esther noticed that her head was moving around during these sessions. Após cerca de nove meses, em novembro de 1985, Esther percebeu que sua cabeça estava se movendo durante estas sessões. It was relaxed and pleasant. Foi relaxante e agradável. Then one day she realized what the movement was - her nose was writing in the air. Então um dia ela percebeu que o movimento era - seu nariz estava escrevendo no ar. She announced it to Jerry and immediately got waves of goose bumps - a feeling of intense pleasure. Ela anunciou que para Jerry e começou imediatamente ondas de arrepios - um sentimento de prazer intenso. Then her nose spelled out "I am Abraham. I am your spiritual guide. I love you. I am here to work with you." Em seguida, o nariz enunciado "Eu sou Abraão. Eu sou seu guia espiritual. Eu te amo. Estou aqui para trabalhar com você." Jerry got his notebook. Jerry teve seu notebook.



Each day for about two months, Esther spent about two hours translating for Abraham by the somewhat laborious means of nose movements. Cada dia, durante cerca de dois meses, Esther passou cerca de duas horas para traduzir Abraão por meio de movimentos um pouco trabalhoso nariz. Then, one night in bed, Esther's hand began to thump on Jerry's chest. Então, uma noite na cama, a mão de Ester começou a batida no peito de Jerry. "That's not me" announced Ether, "It must be them". "Isso não é comigo", anunciou o Éter, "Deve ser-lhes". She felt urged to go to the keyboard. Ela sentiu pediu para ir para o teclado. Her fingers were powerfully driven and she typed "iwanttotypeiwanttotypeiwanttotype ..." Seus dedos eram poderosamente impulsionada e ela digitou "iwanttotypeiwanttotypeiwanttotype ..." for a whole page before spelling out a request for her to spend a few minutes each day in this manner. para uma página inteira antes de enunciar um pedido para ela gastar alguns minutos por dia desta forma. A further two months passed with typing being the translation method.. Mais dois meses se passaram com a digitação a ser o método de tradução ..



Abraham-Hicks™ - Abraham speaks Abraham-Hicks ™ - Abraham fala



It was while driving together on a freeway, that the next phase began. Foi durante a condução em conjunto em uma via expressa, que a próxima etapa começou. On a bend, in a middle lane between two 18-wheelers, Esther felt they were about to get sandwiched. Em uma curva, em meia pista entre as duas rodas de 18, Esther sentiram que estavam prestes a ficar colada. She was scared, but at the same time she felt her jaw wanting to move, sort of like a yawn causes your mouth to move. Ela estava assustada, mas ao mesmo tempo, ela sentiu o queixo querendo passar, como uma espécie de bocejo faz com que sua boca se mover. She relaxed and the words "Take the next exit" came out. Ela relaxou e as palavras "Pegue a próxima saída" saiu. They did as directed, and spent hours under the overpass talking excitedly about what had happened. Eles fizeram como se dirige, e passei horas debaixo do viaduto falando animadamente sobre o que tinha acontecido. This was the beginning of Abraham-Hicks - Abraham speaking through Esther. Este foi o início de Abraham-Hicks - Abraham falando através de Esther.



At first they were reluctant to share this with anybody but close friends, but after about a year, they started to open up to a wider audience. No início, eles estavam relutantes em compartilhar isso com ninguém, mas amigos próximos, mas depois de um ano, eles começaram a se abrir para um público mais amplo. This was the beginning, for Jerry and Esther, of the exhilarating journey - the seminars, the writing of the books and the very public appearance of Abraham in the world. Este foi o início, para Jerry e Esther, do emocionante viagem - os seminários, a escrita dos livros e muito público a aparência de Abraão no mundo.



Why Jerry and Esther and Abraham-Hicks™? Por que Jerry e Esther Hicks e-™ Abraão?



It seems that the two of them made an ideal combination. Parece que os dois fizeram uma combinação ideal. Jerry was the questioner and was looking for personal experiences that would give him answers. Jerry foi o autor da pergunta e foi à procura de experiências pessoais que lhe daria respostas. Esther, although she had grown up in a town where the church dominated the social fabric, had no strong attachment to a particular philosophy, and was therefore highly suited to the role of translator. Ester, embora ela tenha crescido em uma cidade onde a igreja dominaram o tecido social, não tinha forte ligação com uma filosofia particular, e foi, portanto, muito adequado para o papel de tradutor. Having met with them both, I would say that they're ordinary folks like the rest of us with all that that entails (and in some ways that's encouraging). Tendo-se reunido com os dois, eu diria que eles são pessoas comuns, como o resto de nós com tudo o que isso implica (e de certa forma isso é encorajador). Of course they've had the Abraham-Hicks connection, and that certainly helps. Claro que tive a conexão Abraham-Hicks, e que certamente ajuda.



Jerry, who had found ways to achieve much of what he wanted in life before Abraham-Hicks came into being, says "What Abraham has brought to my understanding, is an absolute clarity of how I'm getting, or not getting (what I want), and with that knowledge, we have complete control. There are no bad breaks, no unlucky days and no moving with the tides that have been moved by someone else. We're free. We're the absolute creators of our experience, and we're loving it." Jerry, que haviam encontrado maneiras de conseguir muito mais do que ele queria na vida antes de Abraham-Hicks passou a existir, diz: "O que Abraão trouxe para o meu entendimento, é uma absoluta clareza de como eu estou ficando, ou não ficar (o que eu quer), e com esse conhecimento, temos o controle completo. Não há intervalos ruim, sem dias de azar e não se deslocam com as marés que foram movidos por outra pessoa. Somos livres. Nós somos os criadores absolutos da nossa experiência , e estamos adorando. "



Jerry's talking about applying his knowledge of the Abraham-Hicks Law Of Attraction. Jerry está falando sobre como aplicar seu conhecimento da Lei Abraham-Hicks da Atração. Having talked to Abraham through Esther and Marie Pellerin, and having listened to over 1000 hours of recordings of other people doing the same, any doubts I had about this work have been dispelled. Após ter falado com Abraão através de Esther e Pellerin Marie, e depois de ter ouvido mais de 1000 horas de gravações de outras pessoas fazendo o mesmo, qualquer dúvida que eu tinha sobre este trabalho ter sido dissipado. It rings true to me and things just get better and better as I learn how to take advantage of these principles. Soa verdadeiro para mim e as coisas só ficam melhores e melhores que eu aprender a tirar proveito desses princípios.



"It is not necessary for even one other person to understand the Laws of the Universe or the processes that we are offering here in order for you to have a wonderful, happy, productive Life Experience -- for you are the attractor of your experience. Just you!" "Não é necessário até mesmo para uma outra pessoa para entender as Leis do Universo, ou os processos que estamos oferecendo aqui para que você tenha um maravilhoso e feliz, experiência de vida produtiva - para você é o atrator de sua experiência. Só para você! "

Jerry and Esther Hicks Jerry e Esther Hicks

Abraham-Hicks™ Abraham-Hicks ™

Somente 17 segundos

Somos todos Seres Vibratórios. Você é como um mecanismo de recepção que quando ajusta seu sintonizador


numa estação, vai ouvir o que está tocando nesta estação.

Seja lá no que for que esteja focado, esta é a sua forma de ajustar seu sintonizador, e quando você foca por

tão somente 17 segundos, você ativa aquela vibração em você. Uma vez que tenha ativado a vibração em você,

a Lei da Atração começa a responder àquela vibração, e você deu a largada - seja para algo que queira ou que não queira.



Fontes de Energia

Vocês são extensões da Fonte de Energia. E quanto mais permitirem que a abundância da sua
Fonte de Energia flua por vocês - mais terão sucesso.

A Fonte de Energia é como a eletricidade que flui através das paredes. Percebemos que alguns
de vocês estão passando por blackouts repetitivos.
Não somente em suas residências, mas em sua experiência cotidiana na medida que encontram
desculpas para se retirarem do fluxo da Fonte de Energia que é Vocês.

Abrahams falam sobre 2012. Canalização de 2007

este tempo e espaço deve terminar em 21 de dezembro de 2012. Gostaria da sua ...




Abraham: Falaremos com você em Janeiro de 2013 (aplausos e risadas da platéia). É espantoso para nós como muitas pessoas querem deixar que pessoas de visão curta controlem suas vidas.



Convidado: Mas se isto for verdade, me deixa nervoso.



Abraham: Ah, está vendo ... mal podemos, mal podemos, mal podemos (risadas da platéia) encontrar palavras para expressar o poder com o qual esta realidade no tempo e espaço está expandindo. Este não é um Universo que se encolhe. Este não é mundo que se encolhe, é um mundo que se expande.



Se você tivesse como entender, e você tem através das suas emoções; se você pudesse sentir o que a Fonte de energia está movimentando como resultado do contraste que estão vivendo. E o que vocês todos estão depositando em suas escrituras vibratórias. Entende isto? A Fonte de energia expressa parte dela em vocês. Vocês são como pioneiros aqui sabendo o que querem e sabendo o que não querem.



Assim, com cada filme que assistem sobre o aquecimento global, vocês pedem por uma melhoria em seu meio ambiente, como cada pensamento sobre as coisas que não vão bem vocês pedem por melhorias. E como bilhões de vocês estão fazendo isto, você pode imaginar o que está sendo acumulado em suas escrituras vibratórias como resultado das experiências que estão vivendo?



E você entende que é desta posição vibratória que novas energias estão surgindo? Portanto, você não precisa se preocupar com todos estas previsões negativas. Queremos que entendam que está acontecendo algo maravilhoso devido a esta precursora criação no planeta, e há uma relação com a ilusão. Com isto queremos dizer que as pessoas desconectadas estão grasnando aqui e ali. (risadas da platéia) E por fazerem isto, vão reemergir na energia pura e positiva onde terão uma visão ampla das coisas e de onde não sairão mais.



E novos seres estão nascendo todos os dias ... e estão nascendo desta perspectiva avançada. Você entende que é vibratoriamente impossível que estas previsões sejam verdadeiras? Estas previsões desafiam tudo! Não há regressão. Existe apenas expansão. Este planeta não está caminhando para um final. Ele mal começou! (aplauso entusiasmado da platéia)



Você sabia disto quando veio. E você não disse, "Vou lá ficar driblando a vida até chegar ao final." Você disse, "Vou deixar que este dinâmico ambiente na crista do pensamento me inspire - eu, um gênio único e criador - a um novo impulso para desejar. E eu sei que quando este desejo disparar de mim, tudo que cria mundos vai fluir por mim na direção do desejo. E haverá um lugar marcado e reservado para mim e para os outros. E tudo que precisamos fazer é ouvir o chamado da Fonte e ir na sua direção.



Em seu desespero você se desconecta de tudo isto. Em seu desespero você grita com visão curta sobre o Bem Estar. E nós afirmamos que você não pode ver o Bem Estar quando está em desespero. Você se cegou e se desconectou do Bem Estar. Você se bloqueou. Você precisa estar em sua felicidade e em sua apreciação e em sua paixão e em avidez para ver a expansão do Universo.



Não se deixe desencorajar por aqueles de visão curta. O desânimo deles tem a ver com o fluxo vibratório deles. Trata-se da fenda entre quem eles realmente são e quem estão se deixando ser. Nós afirmamos que não tem nada a ver com a longevidade do planeta. Ótimo!

Esther Hicks fala sobre as canalizações do Abrahams

nome é Esther e eu sou a tradutora da vibracão de Abraham.


Os Abraham me explicaram que eu sou capaz de receber num nível subconsciente o seu intento vibracional.
Eles me disseram que estou recebendo estes sinais, assim como se recebe sinais emitidos por rádio, num nivel subconsciente e então traduzindo-os em palavras equivalentes. Eles me explicaram que estou construindo uma ponte entre mundo físico, no qual estou focalizada, e o Não– Físico, no qual eles estão focalizados.
Quando comecei a recebê-los, eles me contaram que eu particularmente seria uma boa tradutora para eles porque eu não carregava fortes inclinações ou opiniões, o que tornaria difícil para mim recebê-los com clareza. Me explicaram também que não é que eu não tivesse feito minha cabeça sobre as coisas, mas sim que eu não me encontrava num estado de forte resistência contra nada, o que quer que fosse. Eu estava a maior parte do tempo apenas levando minha vida como ela se apresentava a mim, e quando fiz meus primeiros contatos com Abraham eu me encontrava num estado vibracional particularmente benéfico.
Abraham explicou-me que todos nós temos a habilidade de receber informações do Não-Físico, exatamente deste mesmo modo como faço com eles.
E que da mesma maneira temos acesso a escrever músicas lindas, pintar pinturas maravilhosas ... tudo está lá para que qualquer um de nós acesse a qualquer momento, a partir de qualquer ponto aqui deste plano físico. E assim como existe uma enorme variedade na maneira como as pessoas traduzem musica ou arte – há uma enorme variedade no modo como as pessoas interpretam a energia Não-física. E é por causa disto que eu sempre documento o que eu traduzo dos Abraham como Abraham-Hicks, apenas com o intuito de diferenciar minha traduçao daquelas de qualquer outra pessoa.
Esther Hicks
An Introdution to Abraham – The amazing Power of Deliberate Intent – Esther and Jerry Hicks.

24 de abril de 2011

Sai Baba se foi. Agora trabalhará em ambientes superiores.


Morre aos 84 anos o guru indiano Sathya Sai Baba
O guru indiano Sathya Sai Baba, um dos mais famosos e influentes líderes religiosos do país, morreu neste domingo aos 84 anos, devido a uma parada cardiorrespiratória.
Considerado por seus fiéis a verdadeira encarnação de Deus, Baba havia sido internado no final de março em um hospital de Puttaparthi, no sul da Índia, com complicações respiratórias e renais.
Os ensinamentos de Baba, que traziam um misto de crenças hindus e islâmicas, arrebanharam milhões de seguidores em todo o mundo, incluindo importantes líderes políticos, magnatas, artistas e esportistas.
O guru era conhecido por sua fala macia, por seus robes de um forte tom amarelo-alaranjado e por seu corte de cabelo em um estilo semelhante ao "afro".
Baba também tinha a habilidade de fazer surgir do nada objetos como relógios e anéis, algo que muitos céticos consideravam simplesmente truques baratos.
Reencarnação
Baba nasceu em Puttaparthi em 1926, com o nome de Sathyanarayana Raju. Aos 13 anos, ele disse ser a reencarnação de um líder religioso do século 19, venerado tanto por hindus quanto por muçulmanos, com o mesmo nome que viria a adotar mais tarde.
Ao longo dos anos, os fiéis doaram grandes quantidades de dinheiro à entidade mantida pelo guru. Com isto, a sua cidade natal ganhou uma universidade, um hospital, hotéis e um aeroporto privado, além de um serviço de alimentação para a população mais pobre.
Ao mesmo tempo em que ganhava fama por seu trabalho espiritual e de caridade, Baba também se envolveu em polêmica. Ele sempre recusou pedidos de cientistas, racionalistas e mágicos para testar os seus "milagres" em ambientes controlados.
Além disto, em um documentário produzido pela BBC em 2004, ex-seguidores acusaram o guru de pedofilia e de abuso sexual. Ele nunca foi investigado ou condenado devido a estas alegações.
"Perda irreparável"
O primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, disse que a morte de Baba era uma "perda irreparável".
"Ele era um líder espiritual que inspirou milhões de pessoas a levar uma vida moral e significativa, mesmo quando elas seguiam a religião de sua própria escolha", afirmou o premiê.
O hospital onde Baba morreu afirmou que o corpo do guru poderá ser visto pelo público entre segunda e terça-feira, antes do funeral, e pediu que os seguidores não corram até o local, para evitar tumultos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

23 de abril de 2011

Esqueçam-se dos Ovos de Chocolate por alguns minutos.

" Olha aí a Libia, Siria, Egito, Iemem... nos noticiários provocando novas guerras e discussões ao redor do mundo. Desculpe, mas tudo isso é um prato cheio para os EUA e os países falidos da Europa chegarem ao Irã. O Irã é a meta, o objetivo. O Grande Plano. Conquistando o Irã, a antiga Pérsia, conquistam o mundo árabe. O Rio Eufrates já secou. Abram o olhos.Está mais claro do que água. Não gosto muito de falar sobre esses assuntos aqui no facebook. geralmente prefiro falar sobre assuntos mais elevados, mas é dificil aceitar e ser conivente com certas coisas.
Por que acham que Obama veio ao Brasil. Para jogar bola e visitar favelas? Não, acreditem nisso, é só estratégia. Ele veio aqui por uma simples questão, pedir a Dilma para retirar o apoio ao Irã e ele conseguiu o que queria, 2 dias depois ,os jornais do mundo inteiro noticiam que o Brasil retirou o apoio ao Irã.
Porque estou dizendo isso? Por que o mundo está claramente aceitando uma nova guerra. O ser humano está se entregrando ao poder da omissão novamente, exatamente como Poncius Pilatos já fez um dia ao lavar as suas mãos diante de todos. Parem um pouco, esqueçam os ovos de chocolate e as guloseimas por alguns minutos e reflitam sobre a mensagem que essa Páscoa está nos passando." Você é responsável por tudo o que ocorre no mundo.

17 de abril de 2011

A ALQUIMIA E OS VERDADEIROS ALQUIMISTAS


"Escuro e nebuloso é o início de todas as coisas, mas não o seu fim."

Kalil Gibran
A transmutação de qualquer metal em ouro, o elixir da longa vida são
na realidade coisas minúsculas diante da compreensão do que somos.

A Alquimia é  a busca do entendimento da natureza, a busca da

sabedoria, dos grandes conhecimentos e o estudante de alquimia éum

andarilho a percorrer as estradas da vida.

O verdadeiro alquimista éum iluminado, um sábio que compreende a

simplicidade do nada absoluto. É  capaz de realizar coisas que a ciência

e tecnologias atuais jamais conseguirão, pois a Alquimia estápautada

na energia espiritual e não somente no materialismo e a ciência a muito tempo perdeu este caminho.

A Alquimia é o conhecimento máximo, porém é  muito difícil de ser

aprendida ou descoberta. Podemos levar anos até  começarmos a

perceber que nada sabemos, vamos então começar imediatamente pois

o prêmio para os que conseguirem é o mais alto de todos.

"O que está em baixo é como o que está em cima."

Transmutação em ouro e imortalidade. A pedra filosofal lhes conferiria além destes poderes, vários outros, tais como: invisibilidade, viagens astrais, curas, etc.
Os segredos alquímicos, constituem adquirir os conhecimen- tos das leis universais e penetrar em uma dimensão

espaço-tempo sagrada, diferente da do cotidiano materialista.
Na alquimia ocorre a transmutação da matéria e do espírito ao mesmo tempo.
Muitos associam a origem da alquimia a herança de conhecimentos
de uma antiga civilização que teria sido extinta.
Alexandre "o Grande" foi quem teria disseminado a alquimia, durante suas conquistas, aos povos Bizantinos e posteriormente aos Á rabes.
 literatura hermética é uma dádiva para aqueles que conhecem os segredos e uma tortura para aqueles que n ão o

tem. "Ao que tem, lhe serádado; e, ao que não tem, até o que tem lhe serátirado".
Animais normalmente tem um significado especial, como por exemplo, a representação dos quatro elementos. O

unicó

rnio ou o veado representam a terra, peixes a água, pássaros o ar e a salamandra o fogo.



Os quatro elementos, porém não eram suficientes para expressar todas as características e assim os alquimistas

adotaram os termos Enxofre, Mercúrio e o Sal.



O caos primordial que deu origem ao universo é comparado no reino mineral àmatéria-prima, que é uma massa em

estado de desordem, que daráorigem à pedra filosofal.



PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





Reaprender a ver, sentir e ouvir a natureza significa incorporar-se a ela, restando assim relembrar o remoto passado



quando fazíamos parte dela integralmente.



A matéria-prima que dará origem a pedra filosofal constitui um dos grandes segredos da alquimia.



... a partir da emanação de um tipo de energia, na forma de raio diretamente no cadinho e no alquimista. Isto seria

extremamente perigoso podendo até mesmo fazer desaparecer o corpo do alquimista.



Percorre o caminho de Santiago de Compostela, padroeiro dos alquimistas, e encontra um mestre que lhe passa

ensinamentos sobre a matéria-prima.



Paracelso foi, por tudo isto, denominado o "médico maldito" . Apesar disto, hoje podemos perceber suas grandes

contribuições para o desenvolvimento da Química e Medicina.



Newton relata: "Existem outros segredos além da transmutação dos metais, e os grandes mestres são os únicos a

compreendê-los".



INTRODUÇÃ

O



O ideal alquimista não constitui a descoberta de novos fenômenos, ao contrário do que procura cada

vez mais intensamente a ciência moderna, mas sim reencontrar um antigo segredo, que ainda é

inacessível e inexplicado para a maioria. Ela não éconstituída somente de um caminho material, como

por exemplo a transmutação de qualquer metal em ouro. Antes de tudo a alquimia é

uma arte

filosófica, uma maneira diferente de ver o mundo. Não podemos, no entanto, separar o material do

espiritual, uma vez que na Terra estamos encarnados em um corpo, onde um sofre influência do outro,

pois na realidade tudo éuma coisa só, uma unidade, o ser humano. Na alquimia ocorre a transmutação

da matéria e do espírito ao mesmo tempo.



O alquimista adquire conhecimentos irrestritos da natureza, se pondo em um ponto especial de

observação, vendo tudo de maneira diferente. Seria como se uma pessoa pudesse ver tanto o aspecto

físico nos mínimos detalhes bem como as energias associadas a este corpo. O alquimista estaria em

contato total com o universo, enquanto que para todos nós este contato é

apenas superficial.

Na realização da Grande Obra, o alquimista consegue obter a pedra filosofal e modificar sua aura

eliminando a cobiça e a avidez. Descobre que o ouro material não tem grande valor quando

comparado ao ouro interno, ou seja, o caminho espiritual é infinitamente mais importante que as

coisas materiais. Todos deveriam se contentar com o básico para sobrevivência do corpo e se dedicar

por inteiro a busca de um aperfeiçoamento espiritual.



Somente os homens de coraçã

o puro e intençõ

es elevadas serã

o capazes de realizar a Grande

Obra.





A corrida atômica se intensificou durante a Segunda guerra mundial,

onde vários cientistas desenvolveram a bomba atômica que viria a ser a

maior ameaça para a sobrevivência da Terra. Se os alemães tivessem

tido acesso a estes conhecimentos antes, não teria sobrado muita coisa

em nosso planeta. Portanto se os cientistas tivessem mais consciência e

um maior conhecimento das conseqüências de suas descobertas, não

teriam divulgado muitas coisas. Os alquimistas jáconheciam o poder e

os perigos da energia atômica a muito tempo e não divulgaram em

função dos riscos inerentes de uma má utilização destes conhecimentos.

Por isso existe um grande segredo em torno da alquimia.

A ciência na atualidade se especializou tanto que cada vez mais os

cientistas estudam uma parte menor de determinada área. Acreditam

que com isso podem avançar muito mais em determinada direção.

Assim, perdem a visão do todo, tornando-se menos conscientes da



PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





utilização de tais pesquisas, quer seja para o bem ou para mal.



Os cientistas estão mais preocupados com a fama e dinheiro do que com o próprio sentido da ciência.

Eles podem ser comparados a empresários capitalistas pois para a maioria o caminho é

unicamente

material. Quando pensam no aspecto espiritual este se encontra dissociado de tudo o quanto mais

acreditam. Eles são os sopradores modernos.



O alquimista é

o estudante assíduo da alquimia, aquele que busca o caminho para a iluminação. O

soprador é

um mercenário que só

se interessa pelo ouro que ele poderá produzir e o Adepto é

o

alquimista que realizou a Grande Obra, ou seja um iluminado.



A alquimia é

a mais antiga das ciências e influenciou todas as demais. Tem como principal objetivo

compreender a natureza e reproduzir seus fenômenos para conseguir uma ascensão a um estado

superior de consciência.



Os alquimistas, em suas práticas de laboratório, tentavam reproduzir a pedra filosofal a partir da

matéria prima primordial. Com uma pequena parte desta pedra é

possível obter o controle sobre a

matéria, transformando metais inferiores em ouro e também o Elixir da Longa Vida, que é

capaz de

prolongar a vida indefinidamente.



O ouro é

considerado o mais perfeito dos metais pois dificilmente se oxida, não perde o brilho e

acredita-se que todos os outros metais evoluem naturalmente até

ele no interior da terra. Portanto, a

transmutação é

considerada um processo natural. Os alquimistas somente aceleram este processo,

realizando as transmutações em seus laboratórios. Este tipo de conhecimento ficou sendo o mais

cobiçado, não pelos alquimistas, mas pelos não iniciados, os sopradores como eram chamados. Eles

buscavam a pedra filosofal, que lhes confeririam poderes como a invisibilidade, viagens astrais, curas

milagrosas, etc. Esta pedra filosofal não se constituía necessariamente de um objeto, mas sim energia

que pode ser adquirida e controlada. Este conjunto pedra e alquimista são responsáveis dos poderes

alcançados. Um não iniciado poderia possuir a pedra e dela não desfrutar toda a sua potencialidade

conseguindo, quando muito transformar uma pequena quantidade de chumbo em ouro. A

transformação da matéria-prima na pedra filosofal, juntamente com a transformação do indivíduo

constitui a Grande Obra.



No laboratório, com experimentos e constantes leituras e releituras, o alquimista nasvárias etapas da

transformação da matéria, vai gradativamente transformando a própria consciência. Antes do ouro

metal, o alquimista deveráencontrar o ouro espiritual dentro de si.



Os ideais e poderes pretendidos pelos alquimistas, nos faz correlacioná-los

aos poderes de Cristo, que foi capaz de transmutar água em vinho,

multiplicar os pães, andar sobre a água, curar milagrosamente, dentre

outros. Ele sempre dizia: "aquele que crê

em mim, farátudo que eu façoe

ainda fará

coisas maiores". Os alquimistas buscavam esta pureza e

compreensão espiritual, conseguindo assim, realizar estas obras. Portanto, o

exemplo de Cristo, além do exemplo espiritual, constitui-se em um meio de

descobrir o poder sobre a matéria. Muitos alquimistas consideram Cristo a

pedra filosofal.

Encontrar a pedra filosofal significa descobrir o segredo da existência, um

estado de perfeita harmonia física, mental e espiritual, a felicidade perfeita,

descobrir os processos da natureza, da vida, e com isso recuperar a pureza

primordial do homem, que tanto se degradou na Terra. Portanto, a Grande

Obra eleva o ser a mais alta perfeição: purifica o corpo, ilumina o espírito,

desenvolve a inteligência a um ponto extraordinário e repara o temperamento. A pedra filosofal era

gerada a partir da matéria prima primordial, além de outros compostos, no Ovo Filosófico que é

um

recipiente redondo de cristal onde todos estes compostos vão sendo transformados, em várias etapas,





PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





sempre utilizando o forno. Este processo freqüentemente é

comparado a uma gestação da pedra

filosofal. Isto seria como reproduzir o que a Natureza fez no princípio, quando sóexistia o caos, porém

de maneira mais rápida, dando melhores condições para que ocorram as transformações.



Portanto, a conclusão da Grande Obra, ou seja, o entendimento dos segredos alquímicos, significa

adquirir os conhecimentos das leis universais e penetrar em uma dimensão espaço-tempo sagrada,

diferente da do cotidiano de todos.



ORIGEM



A origem da alquimia se perde no tempo, sendo mais antiga do que a história da humanidade. Seu

verdadeiro início é

desconhecido e envolto em obscuridade e mistério. Assim, seu surgimento

confunde-se com a origem e evolução do homem sobre a Terra.



A utilização e o controle do fogo separou o animal irracional do ser humano. Nos primórdios, não se

produzia o fogo, porém ele era controlado e utilizado para aquecer, iluminar, assar alimentos, al ém de

servir para manejar alguns materiais, como a madeira. Bem mais tarde conseguiu-se produzir e

manufaturar materiais com metal, a partir de metais encontrados na forma livre e posteriormente

partindo dos minérios.



Muitos associam a origem da alquimia a herança de conhecimentos de uma antiga civilização que teria

sido extinta. Na Terra, játeriam existido inúmeras outras civilizações em diversas épocas remotas,

dentre elas várias eram mais evoluídas que a nossa. Estas civilizações tiveram uma existência cíclica,

com o nascimento, desenvolvimento e morte ocorrida provavelmente por meio de grandes cat ástrofes,

como a queda de um grande meteoro, inundações, erupções vulcânicas, dentre outras que acabavam

por reduzir grandes civilizações a um número ínfimo de sobreviventes ou mesmo por dizimá-las,

fazendo com que uma nova civilização brotasse das cinzas. Os conhecimentos sobre a alquimia

estariam impregnados no inconsciente coletivo de todas as civiliza ções atéhoje ou poderiam ter sido

transmitidos pelos poucos sobreviventes, desta maneira a alquimia teria resistido ao tempo.

Os textos chineses antigos se referem as "ilhas dos bem aventurados" que eram habitadas por imortais.

Acreditava-se que ervas contidas nestas três ilhas após sofrerem um preparo poderiam produzir a

juventude eterna, seria como o elixir da longa vida da alquimia.



No ocidente, o Egito é

considerado o criador da alquimia. O próprio nome é

de origem árabe (Al

corresponde ao artigo o), com raiz grega (elkimyâ). Kimyâ deriva de Khen (ou chem), que significa "o

país negro", nome dado ao Egito na antigüidade. Outros acham que se relaciona ao vocábulo grego

derivado de chyma, que se relaciona com a fundição de metais.



Os alquimistas relacionam a sua origem ao deus egípcio Tote, que os gregos chamavam de Hermes

(Hermes Trimegisto). Alguns alquimistas o considerava como um rei antigo que realmente teria

existido, sendo o primeiro sábio e inventor das ciências e do alfabeto. Por causa de Hermes a alquimia

também ficou conhecida como arte hermética ou ciência hermética.



Os relatos mais remotos de doutrinas que utilizavam os preceitos alquímicos, remontam de uma lenda

que menciona o seu uso pelos chineses em 4.500 a.C. Ao que parece ela teria aflorado do taoísmo

clássico (Tao Chia) e do taoísmo popular, religioso e mágico (Tao Chiao). Porém os textos

alquímicos começaram a surgir na dinastia T'ang, por volta de 600 a.C. Na China, o mais famoso

alquimista foi Ko Hung (cujo nome verdadeiro era Pao Pu-tzu, viveu de 249-330 d.C.) que acreditava

que com a alquimia poderia superar a mortalidade. Atribui-se a ele a autoria de mais de cem livros

sobre o assunto, dos quais o mais famoso é "O Mestre que Preserva sua Simplicidade Primitiva".

Teria aprendido a alquimia por volta de 220 d.C com Tso Tzu. O tratado de Ko Hung, além da

alquimia trata também da ciência da alma e das ciências naturais. Sua obra trata tanto do elixir da

longa vida bem como da transmutação dos metais. Até

então a alquimia chinesa era puramente

espiritual e foi Ko Hung que introduziu o materialismo, provavelmente devido a influ ências externas.



PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





Ela foi influenciada também pelo I Ching "O livro das Mutações". Posteriormente seguiu a escola dos

cinco elementos, que mesmo assim permaneceu quase que completamente mental-espiritual.

Na China a alquimia também ficou vinculada àpreparação artificial do cinábrio (minério do qual se

extraía o mercúrio -sulfeto de mercúrio), que era considerado uma substância talismânica associada a

manutenção da saúde e a imortalidade. A metalurgia, principalmente o ato da fundição, era um

trabalho que deveria ser realizado por homens puros conhecedores dos ritos e do ofício. A

transformação espiritual era simbolizada pelo "novo nascimento", associada a obtenção do metal a

partir do minério (cinábrio e mercúrio).



A filosofia hindu de 1000 a.C. apresentava algumas semelhanças com a alquimia chinesa, como por

exemplo o soma cujo conceito assemelhava-se ao do elixir da longa vida.



No Egito a alquimia teria surgido no século III d.C. e demonstrava uma influência do sistema

filosófico-religioso da época helenística misturando conhecimentos médicos com metalúrgicos. A

cidade de Alexandria era o reduto dos alquimistas. O alquimista grego mais famoso foi Zózimo

(século IV), que nasceu em Panópolis e viveu em Alexandria, escreveu uma grande quantidade de

obras. Nesta época, várias mulheres dedicavam-se a alquimia, como por exemplo Maria, a judia, que

inventou o um banho térmico com água muito utilizado nos laboratórios atualmente, o "banho-maria",

Kleopatra que possivelmente não seria a Rainha Cleópatra, Copta e Teosébia. Os persas conheciam a

medicina, magia e alquimia. A alquimia possuía um pouco da imagem da população de Alexandria,

era uma mistura das práticas helenísticas, caldaicas, egípcias e judaicas.



Alexandre "o Grande" foi quem teria disseminado a alquimia durante suas conquistas aos povos

Bizantinos e posteriormente aos Á

rabes. Os árabes, sob a influência dos egípcios e chineses,

trouxeram a alquimia para o ocidente ao redor do ano de 950, inicialmente para a Espanha.

Construíram-se escolas e bibliotecas que atraiam inúmeros estudiosos. Conta-se que o primeiro

europeu a conhecer a alquimia foi o teólogo e matemático monge Gerbert que mais tarde tornou-se

papa, no período de 999/1003, com o nome de Silvestre II. Na Itália Miguel Scott, astrólogo, escreveu

uma obra intitulada De Secretis em que a alquimia estava constantemente presente.

No século X, a alquimia chinesa renunciou a preparação de ouro e se concentrou mais na parte

espiritual. Ao invés de fazerem operações alquímicas com metais, a maioria dos alquimistas

realizavam experimentos diretamente sobre seu corpo e espírito. Esta retomada a uma ciência

espiritual teve como ponto culminante no século XIII com o taoísmo budaizante, com as práticas da

escola Zen.



A alquimia deixou muitas contribuições para a química, como subproduto de seus estudos, dentre eles

podemos citar: a pólvora, a porcelana, vários ácidos (ácido sulfúrico), gases (cloro), metais

(antimônio), técnicas físico-químicas (destilação, precipitação e sublimação), alémde vários

equipamentos de laboratório. Na China produzia-se alumínio no século II e a eletricidade era

conhecida pelos alquimistas de Bagdádesde o século II a.C.



COMO APRENDER





"Ora, lege, lege, relege, labora et invenier" (ore, lê, lê, relê, trabalhe e

encontrarás). Esta era uma das primeiras grandes lições que o mestre

alquimista ensinava a seus discípulos.



A literatura alquímica produzida pelos iniciados é

bastante complexa

por estar em linguagem hermética de difícil compreensão. Portanto

para aqueles que pretendem se aprofundar na alquimia, o primeiro

passo é

ler os livros gerais para compreender os fundamentos e

começar a familiarizar-se com a interpretação dos textos herméticos.

Cada livro deve ser relido até

a obtenção de uma compreensão mais

profunda, sendo que as releituras devem ser intercaladas entre os vários



PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





textos. O último livro lido ou relido mostraráo conhecimento de todos os demais, assim como os

primeiros irão ajudar a entender o último. O estudante deve se fixar principalmente nos livros que

mais lhe agrada.



Apesar de tanto estudo, a maior parte do conhecimento ainda ficaráincompreendida e sóclarearána

prática diária, ou seja, fazendo experiências em laboratório.



A paciência éuma grande virtude a ser desenvolvida, pois vários anos de estudo teóricos e práticos são

necessários para alcançar uma melhor compreensão e posteriormente a conclusão da Grande Obra,

sendo que no caminho muitos fracassos ocorrerão. A maior parte dos que se dedicam a alquimia

desistem e muitos, apesar de não desistirem, não a compreendem mesmo durante toda uma vida. Dos

poucos que conseguem concluir a Grande Obra, a maior parte leva mais da metade de sua existência

para alcançar.



A iniciação talvez seja um processo semelhante ao da criação da própria pedra filosofal. Ela é

considerada como um novo nascimento, a gênese para aquele que recebeu a luz e agora pode

direcionar-se a caminho de um novo começo, com uma outra consciência. Constitui a morte dos

conceitos errôneos e o renascimento das coisas puras e verdadeiras.



A alquimia é

de difícil compreensão porque seus ensinamentos referem-se, ao mesmo tempo, às

operações de laboratório e ao caminho de uma evolução psíquica e espiritual. Portanto os

ensinamentos devem ser interpretados em todos os aspectos.



A observação mais acurada da natureza de todos os seus fenômenos e manifestações deve fazer parte

do dia-a-dia do estudante, ou seja, ele deve sempre estar atento as transformações, aos ciclos

astrológicos (do sol, da lua, dos planetas) e terrestres ( da água e dos nutrientes) e aos pequenos

detalhes (dos animais, vegetais e minerais), pois todo o conhecimento alquímico, inclusive sua

linguagem, provém destas observações e sabendo interpretá-las fica mais fácil compreender a

alquimia.



A dica de alguns alquimistas é

que o estudante faça seu laboratório em local isolado, não divulgue

para ninguém suas intenções devendo ser perseverante, dedicado, calmo, paciente, honesto, caridoso,

acredite em Deus e principalmente que consiga um capital para poder dedicar-se totalmente aos

estudos, incluindo além das despesas básicas, livros e equipamentos para o laboratório, ou que consiga

uma atividade que possibilite uma grande disponibilidade para a dedicação ao estudo. Cada um deve

procurar o melhor caminho para obter tempo e recursos para uma total dedicação.



O encontro com o mestre



Apesar do estudante ter lido inúmeros livros dos iniciados,

realizado experimentos em laboratório e possua inteligência

suficiente, ainda não será capaz de atingir o cerne dos segredos

"sozinho". A literatura hermética é

uma dádiva para aqueles

que conhecem os segredos e uma tortura para aqueles que não



o conhecem. "Ao que tem, lhe serádado; e, ao que não tem,

até o que tem lhe serátirado".

Quando o estudioso de alquimia estiver preparado, ou seja,

quando esgotarem suas possibilidades de estudos teóricos e

práticos e os conhecimentos estiverem presentes em seu consciente e inconsciente, ele encontraráa

figura de um mestre que o conduziráao caminho da sabedoria e iluminação, tornando-o um iniciado

na arte sagrada podendo assim concluir a Grande Obra. Este mestre pode se revelar na forma de anjo

ou espírito. Poucos foram os que encontraram um mestre vivo que lhes passasse os grandes

conhecimentos, pois os alquimistas não revelavam seus segredos nem para seus próprios filhos,

somente para os puros de espírito que estiverem preparados. O estado de semiconsciência, necessário





PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





para obter o sonho ou visão é

normalmente atingido após longas horas de concentração, meditando

sobre os livros ou quando parado no laboratório esperando e observando as transformações dentro dos

recipientes alquímicos.



Nos relatos do encontro com um mestre, normalmente este éum homem de meia idade, veste roupas

simples, têm cabelos lisos e negros, estatura mediana, magro, rosto pequeno e comprido e não tem

barba. Estas são as características de Saturno, que é

o "sujeito dos Sábios", o velho, o planeta mais

longe da Terra. Podendo designar também a matéria-prima.



LINGUAGEM HERMÉTICA



Animais normalmente tem um significado especial, como por exemplo, a representação dos quatro

elementos. O unicórnio ou o veado representam a terra, peixes a água, pássaros o ar e a salamandra o

fogo.



O corvo simboliza a fase de putrefação do processo, que fica da cor negra. Enquanto que um tonel de

vinho representa a fermentação.



A caverna representa a fase de dissolução, quando a matéria se aprofunda, se racha e se abre.

Em muitos textos os metais estão representados pelos planetas correspondentes (veja os sete metais)

pois eram preparados elixires de outros metais, além do ouro e da prata.



A balança representa o ar, a sublimação, as proporções naturais.



A figura de um andrógino ou de Adão e Eva, representam a matéria prima, composta do mercúrio e do

enxofre.



O anjo simboliza a água - "Espírito da Pedra".



A matéria-prima, bem como o próprio alquimista, podem ser representados pelo bobo, pelo peregrino

ou pelo viajante.





A imagem de uma rocha, cavernas, montanhas e outras

representações de grandes blocos de pedra, sob o qual encontram-

se tesouros. A cena ainda pode conter uma árvore, uma nascente,

um dragão montando guarda, mineiros trabalhando, isto tudo evoca

a matéria-prima, que também é

comparada àvirgem, pois ainda

não recebeu o princípio masculino, ou com uma prostituta que é

capaz de receber todos os princípios masculinos, comparando

assim a matéria-prima com a facilidade de unir-se aos metais. Ë

capaz de abrigar dentro de si todos os metais, apesar de não ser



metálica. Os alquimistas também chamavam a matéria-prima de lobo cinzento.



Uma mendiga ou uma velha representa o aspecto desprezível e repulsivo da matéria-prima ou raiz

metálica.



O leite da virgem designa o mercúrio comum ou primeiro mercúrio por fluir sem cessar de uma coisa a

outra, alimentar tudo e passando de um ser a outro, até

mesmo da vida para a morte e vice-versa.

O eixo do mundo ou o eixo do trabalho do alquimista é

representado pela árvore em que a matéria-

prima constitui a raiz.



Uma luta entre o dragão alado contra o dragão áptero, de um cão com uma cadela ou da salamandra

com a rêmora, representam o combate entre o volátil e o fixo, o feminino e o masculino, ou o mercúrio

e o enxofre, os dois princípios que estão contidos na matéria. Enquanto que a união entre estes dois

princípios érepresentada pelo casamento do rei e da rainha, do homem de vermelho com a mulher de



PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com





branco, do irmão com a irmã(pois eles provém de uma mesma matéria mãe), de Apolo e Diana, do sol

e da lua ou juntar a vida à

vida. Normalmente a este casamento precede morte e tristeza.

Apanhar um pássaro significa fixar o volátil.



O leão verde normalmente éassociado ao sal.



A pessoa iniciável ou a substância inicial (matéria-prima) pode ser representada pelo filho mais jovem

de uma viúva (que representa Ísis) ou de um rei, um soldado que jácumpriu o serviço militar, um

aprendiz de ferreiro, um jovem pastor, o filho de um rei em idade de se casar e outros casos

semelhantes.



O abismo, um recife e outros perigos de uma viagem representam os cuidados ou os perigos que o

fogo conduzido inadequadamente podem causar.



O dissolvente universal tanto é

associado ao sal como ao mercúrio normalmente é

representado por

uma fonte, leão verde, água da vida ou da morte, água ígnea, fogo aquoso, água que não molha as

mãos, água benta, vento, espada, lanterna, cervo, um velho, um servidor, o peregrino, o louco, mãe

louca, dragão, serpente, Diana, cão, dentre outros.



Os alquimistas utilizam também alfabetos secretos, codificados, anagramas e criptografia. Além de

simples sinais que identificam uma operação, substância ou objeto.

Carlos Torres e Sueli Zanquim ao vivo na Tv BioSegredo dia 19 ás 21.00 hrs. Participe via Chat.

PROGRAMA CONSCIÊNCIA PRÓSPERA
TV Biosegredo
TEMA: 2012 - A ERA DE OURO
Olá amigos(as):
Que esteja super bem!
Nesta terça-feira, dia 19 de abril, às 21h receberemos, ao vivo, a presença dos escritores Carlos Torres e Sueli Zanquim em nossa 49ª Edição do programa Consciência Próspera.
Autores dos livros Lei da Atração e 2012 - A Era de Ouro, Carlos Torres e Sueli Zanquim, não se consideram especiais nem tão pouco magos ou algo parecido. Apenas descobriram que possuem uma missão, a missão de repassar conhecimentos imprescindíveis para os dias atuais e futuros, visto que talvez eles mesmos em momentos passados tenham manipulado tais conhecimentos e informações.
Juntos, sempre foram empresários ligados no segmento artístico e editorial, criando produtos para grandes editoras no Brasil. Mas nunca imaginaram que se transformariam em escritores de livros de auto ajuda e esoterismo. O chamado veio em meados do ano de 2006 quando Carlos Torres teve algumas experiências metafísicas (extracorpóreas) e percebeu que deveria começar a escrever.
Você terá oportunidade de descobrir como se realizaou esta trajetória e sanar suas dúvidas com os autores sobre o que reserva 2012 - A Era de Ouro.
Participe via Chat da TV!
Terça-feira pela TV Biosegredo: www.biosegredotv.com.br
Grande abraço, Samuel Souza de Paula
Aproveite: é só acessar o endereço www.biosegredotv.com.br nesta terça-feira às 21h.

15 de abril de 2011

ROGER BACON



Foi um dos maiores sábios da época e estudou a Alquimia, realizando inclusive experimentos com

transmutaç ão de metais. Nasceu em 1214 na Inglaterra. Estudou em Oxford e Montpelier. Foi

professor de Filosofia na Universidade de Paris. Em 1250 abandonou a cadeira para tornar-se monge

da Ordem de São Francisco de Assis. Roger Bacon tencionava uma vida tranqüila, onde pudesse

contemplar o mundo e extrair-lhe a verdade, sem precisar decorar os Dogmas Aristoté licos.

Bacon trabalhou na correç ão do Calendário Juliano, aperfeiç oou instrumentos de óptica e aproximouse

bastante dos princípios que permitiram a confecç ão de óculos e telescópios (construídos sé culos

mais tarde). Fabricou pólvora mas ocultou a fórmula pois temia que esta perigosa invenç ão caísse em

mãos de homens inescrupulosos. Com sua mente iluminada, anteviu várias invenç ões modernas, tais

como telescópios, microscópios, aviões, entre outras.

Foi no seio da ordem onde procurava recolhimento que caiu em desgraç a. Os Franciscanos não

toleraram os freqüentes questionamentos do frade e suas experiê ncias e após uma série de

advertê ncias, resolveram encarcerá-lo na prisão. No entanto ele gozava da simpatia do Papa Clemente

IV, que ordenou sua soltura. Porém em 1282, após a morte de Clemente IV, seus escritos foram

condenados e ele novamente preso. Bacon permaneceu preso por dez anos, sendo solto, cansado e

desgostoso, morreu dois anos depois, em 1294. Entretanto, sua vida no cárcere foi rica em reflexões.

Escreveu várias obras, entre as quais figura como grande trabalho de sua vida o livro Opus Majus,

manuscrito de caráter enciclopé dico que ficou perdido por cerca de 450 anos (foi encontrado e

publicado em 1733). Sua obra alquímica foi reunida no século XVII com o nome Tesouro Químico de

Roger Bacon e era composta dos seguintes livos: Alquimia Maior, O Espelho da Alquimia, Sobre o

Leã o Verde, Breviá rio do dom de Deus, Os Segredos dos Segredos, além de outras anotaç õ es.

NEWTON



Isaac Newton (1642-1727). Físico e matemático Inglê s, um dos maiores gê nios de todos os tempos.

Nasceu prematuramente, já órfão de pai, no ano de 1642.

Desde cedo demonstrou ser dono de uma inteligê ncia prodigiosa, tal a facilidade

com que resolvia problemas e criava engenhos. Aos doze anos, entrou para a

escola pública. Entretanto, por decisão de sua mãe, foi posto a trabalhar como

lavrador. Mas, Newton era um obstinado por seus livros e por fim, foi-lhe dado

um voto de confianç a, sendo permitida a volta aos estudos, prosseguindo no

Trinity College em Cambridge. Formou-se e graç as a seus estudos vitoriosos

sobre a natureza da luz branca (que descobriu ser a combinaç ão de todas as cores

do espectro), foi eleito membro da Real Academia Britânica de Ciê ncias. Aos

vinte e sete anos foi eleito Professor Titular de Matemática da Universidade de Cambridge. Por essa

época elaborou o cálculo infinitesimal. Algum tempo depois, Newton formulou sua explicaç ão para o

universo, baseada na atraç ão da maté ria, mas, relutou durante muito tempo em publicar suas idé ias.

Finalmente foi convencido pelos amigos a expor ao mundo a beleza e a precisão de sua teoria,

publicando então sua obra Philosophiae Naturalis Principia Mathematica.

Após a publicaç ão dos Principia - que permaneceu incompreensível e rejeitado pelos cientistas de sua

geraç ão -, Newton entrou para a política. Foi nomeado, por influê ncia de amigos da côrte,

Superintendente da Casa da Moeda. O grande cérebro do físico e matemático subjugava-se a um

simples trabalho burocrático, o que lhe valeu um papel de ridículo na sociedade.

Em uma carta que escreveu em 1676, Newton relata: "Existem outros segredos além da transmutaç ão

dos metais, e os grandes mestres são os únicos a compreendê -los". Newton era um iniciado, que

acreditava que a Alquimia deveria permanecer secreta e por isso nunca publicou os resultados de seus

experimentos alquímicos, apesar de possivelmente ter obtido ê xito em alguns deles. Por este motivo

este lado de Newton é pouco conhecido, porém toda a sua obra foi gerada a partir destes

conhecimentos, ele dava uma interpretaç ão materialista ao esoterismo, tanto, que em um de seus

livros, seus opositores afirmavam que as forç as de Newton eram forç as ocultas. Na realidade, estas

forç as eram muito semelhantes as tradiç ões hermé ticas.

Em 1940, Dobbs estudou os inúmeros manuscritos alquímicos escritos por Newton e escreveu um

livro intitulado "Os Fundamentos da Alquimia de Newton". Newton buscava na Alquimia encontrar a

estrutura do microcosmo. Apesar de seus intensos estudos sobre o assunto, que duraram de 1668-1696,

ele não conseguiu explicar as forç as que governam os corpos pequenos.

Newton consumiu seus dias numa velhice tranqüila, distante de polê micas ou disputas. Queria apenas

a tranqüilidade das horas passadas em seu solar, meditando acerca das obras alquímicas. Faleceu a 28

de març o de 1727.

NOSTRADAMUS



Suas profecias ficaram tão conhecidas que chegam a ofuscar o restante de sua obra. Ele foi mé dico,

alquimista e astrólogo. Michel de Notre-Dame nasceu em 14 de Dezembro de 1503 em St. Remy, seu

pai era tabelião e seus dois avôs médicos. Foi seu avô, que também era cabalista, que ficou

responsável por sua educaç ão, ensinando-lhe desde cedo astrologia. Diplomou-se em Avignon como

mestre em Artes, estudando literatura, história, filosofia, gramática e retórica. Sua família era judia e

Nostradamus teve que se converter ao catolicismo para fugir da inquisiç ão.

Cursou medicina em Montpellier, onde ingressou com dezoito anos, em 1523. Tornou-se amigo de

Franç ois Rabelais. Recebeu o título de doutor em 1533 e latinizou seu nome para Miguel de

Nostradamus. Passou algum tempo viajando pela Europa, onde combateu a peste com métodos

contrários aos empregados em seu tempo. Foi convidado por um alquimista, Julius Cé sar Scalinger

para conhecer suas pesquisas em Tolouse e permaneceu por algum tempo em sua casa. Casou-se com

Marie Auberligne, que era uma grande estudiosa e auxiliava Scalinger em seus experimentos. Foi aí

que aprofundou seus conhecimentos em Alquimia utilizando a biblioteca escondida, por serem obras

proibidas pela Igreja, na casa de Scalinger.

Mudou-se para Ange, próximo a Toulose, atuando como mé dico. A noite, constantemente ia para a

biblioteca de seu amigo estudar as obras proibidas. Teve dois filhos e um trágico desfecho, sua mulher

e filhos contraíram a peste e faleceram. Nostradamus ficou desolado e recluso na Bretanha, na floresta

de Brocelândia, conhecida como a residê ncia do Mago Merlin. Após isso passou um período de

intensas viagens.


Em 1546 combateu novamente a peste, desta vez em Provence onde residia o seu irmão que era

prefeito da cidade, obtendo ótimos resultados, utilizou té cnicas e conhecimentos que anteciparam em

300 anos as descobertas de Pasteur. Associando a transmissão da peste a microrganismos, desinfetou

ruas e casas, queimou os mortos e suas roupas, além de desenvolver medicamentos de animais e

vegetais. Casou-se com Anne Posard uma viúva de 27 anos e tiveram seis filhos. Trabalhava durante o

dia como médico e durante as noites escrevia as suas professias. Ensinou sua mulher e cunhada a

fazerem perfumes que ficaram famosos.

Publicou a primeira ediç ão das Centurias em 1555 e a previsão que o tornou famoso, o anúncio da

morte do rei da Franç a Henrique II em um duelo a cavalo, que se concretizou trê s anos depois.

Conquistou a admiraç ão da rainha Catarina de Médicis esposa de Enrique II, obtendo assim sua

proteç ão, conseguindo escapar da inquisiç ão.

11 de abril de 2011

O texto da Carta da Terra



PREÂMBULO
Estamos diante de um momento crítico na história da Terra, numa época em que a humanidade deve escolher o seu futuro. À medida que o mundo torna-se cada vez mais interdependente e frágil, o futuro reserva, ao mesmo tempo, grande perigo e grande esperança. Para seguir adiante, devemos reconhecer que, no meio de uma magnífica diversidade de culturas e formas de vida, somos uma família humana e uma comunidade terrestre com um destino comum. Devemos nos juntar para gerar uma sociedade sustentável global fundada no respeito pela natureza, nos direitos humanos universais, na justiça econômica e numa cultura da paz. Para chegar a este propósito, é imperativo que nós, os povos da Terra, declaremos nossa responsabilidade uns para com os outros, com a grande comunidade de vida e com as futuras gerações.



TERRA, NOSSO LAR
A humanidade é parte de um vasto universo em evolução. A Terra, nosso lar, é viva como uma comunidade de vida incomparável. As forças da natureza fazem da existência uma aventura exigente e incerta, mas a Terra providenciou as condições essenciais para a evolução da vida. A capacidade de recuperação da comunidade de vida e o bem-estar da humanidade dependem da preservação de uma biosfera saudável com todos seus sistemas ecológicos, uma rica variedade de plantas e animais, solos férteis, águas puras e ar limpo. O meio ambiente global com seus recursos finitos é uma preocupação comum de todos os povos. A proteção da vitalidade, diversidade e beleza da Terra é um dever sagrado.



A SITUAÇÃO GLOBAL
Os padrões dominantes de produção e consumo estão causando devastação ambiental, esgotamento dos recursos e uma massiva extinção de espécies. Comunidades estão sendo arruinadas. Os benefícios do desenvolvimento não estão sendo divididos eqüitativamente e a diferença entre ricos e pobres está aumentando. A injustiça, a pobreza, a ignorância e os conflitos violentos têm aumentado e são causas de grande sofrimento. O crescimento sem precedentes da população humana tem sobrecarregado os sistemas ecológico e social. As bases da segurança global estão ameaçadas. Essas tendências são perigosas, mas não inevitáveis.



DESAFIOS FUTUROS
A escolha é nossa: formar uma aliança global para cuidar da Terra e uns dos outros ou arriscar a nossa destruição e a da diversidade da vida. São necessárias mudanças fundamentais em nossos valores, instituições e modos de vida. Devemos entender que, quando as necessidades básicas forem supridas, o desenvolvimento humano será primariamente voltado a ser mais e não a ter mais. Temos o conhecimento e a tecnologia necessários para abastecer a todos e reduzir nossos impactos no meio ambiente. O surgimento de uma sociedade civil global está criando novas oportunidades para construir um mundo democrático e humano. Nossos desafios ambientais, econômicos, políticos, sociais e espirituais estão interligados e juntos podemos forjar soluções inclusivas.

RESPONSABILIDADE UNIVERSAL
Para realizar estas aspirações, devemos decidir viver com um sentido de responsabilidade universal, identificando-nos com a comunidade terrestre como um todo, bem como com nossas comunidades locais. Somos, ao mesmo tempo, cidadãos de nações diferentes e de um mundo no qual as dimensões local e global estão ligadas. Cada um compartilha responsabilidade pelo presente e pelo futuro bem-estar da família humana e de todo o mundo dos seres vivos. O espírito de solidariedade humana e de parentesco com toda a vida é fortalecido quando vivemos com reverência o mistério da existência, com gratidão pelo dom da vida e com humildade em relação ao lugar que o ser humano ocupa na natureza.
Necessitamos com urgência de uma visão compartilhada de valores básicos para proporcionar um fundamento ético à comunidade mundial emergente. Portanto, juntos na esperança, afirmamos os seguintes princípios, interdependentes, visando a um modo de vida sustentável como padrão comum, através dos quais a conduta de todos os indivíduos, organizações, empresas, governos e instituições transnacionais será dirigida e avaliada.

PRINCÍPIOS
I. RESPEITAR E CUIDAR DA COMUNIDADE DE VIDA
1. Respeitar a Terra e a vida em toda sua diversidade.
Reconhecer que todos os seres são interdependentes e cada forma de vida tem valor, independentemente de sua utilidade para os seres humanos.
Afirmar a fé na dignidade inerente de todos os seres humanos e no potencial intelectual, artístico, ético e espiritual da humanidade.

2. Cuidar da comunidade da vida com compreensão, compaixão e amor.
Aceitar que, com o direito de possuir, administrar e usar os recursos naturais, vem o dever de prevenir os danos ao meio ambiente e de proteger os direitos das pessoas.
Assumir que, com o aumento da liberdade, dos conhecimentos e do poder, vem a maior responsabilidade de promover o bem comum.
3. Construir sociedades democráticas que sejam justas, participativas, sustentáveis e pacíficas.
Assegurar que as comunidades em todos os níveis garantam os direitos humanos e as liberdades fundamentais e proporcionem a cada pessoa a oportunidade de realizar seu pleno potencial.
Promover a justiça econômica e social, propiciando a todos a obtenção de uma condição de vida significativa e segura, que seja ecologicamente responsável.
4. Assegurar a generosidade e a beleza da Terra para as atuais e às futuras gerações.
Reconhecer que a liberdade de ação de cada geração é condicionada pelas necessidades das gerações futuras.
Transmitir às futuras gerações valores, tradições e instituições que apóiem a prosperidade das comunidades humanas e ecológicas da Terra a longo prazo.

II. INTEGRIDADE ECOLÓGICA
5. Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com especial atenção à diversidade biológica e aos processos naturais que sustentam a vida.
Adotar, em todos os níveis, planos e regulamentações de desenvolvimento sustentável que façam com que a conservação e a reabilitação ambiental sejam parte integral de todas as iniciativas de desenvolvimento.
stabelecer e proteger reservas naturais e da biosfera viáveis, incluindo terras selvagens e áreas marinhas, para proteger os sistemas de sustento à vida da Terra, manter a biodiversidade e preservar nossa herança natural. Promover a recuperação de espécies e ecossistemas ameaçados.
Controlar e erradicar organismos não-nativos ou modificados geneticamente que causem dano às espécies nativas e ao meio ambiente e impedir a introdução desses organismos prejudiciais.
Administrar o uso de recursos renováveis como água, solo, produtos florestais e vida marinha de forma que ão excedam às taxas de regeneração e que protejam a saúde dos ecossistemas. Administrar a extração e o uso de recursos não-renováveis, como minerais e combustíveis fósseis de forma que minimizem o esgotamento e não causem dano ambiental grave.

6. Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental e, quando o conhecimento for limitado, assumir uma postura de precaução.



Agir para evitar a possibilidade de danos ambientais sérios ou irreversíveis, mesmo quando o conhecimento científico for incompleto ou não-conclusivo.

Impor o ônus da prova naqueles que afirmarem que a atividade proposta não causará dano significativo e fazer com que as partes interessadas sejam responsabilizadas pelo dano ambiental.

Assegurar que as tomadas de decisão considerem as conseqüências cumulativas, a longo prazo, indiretas, de longo alcance e globais das atividades humanas.

Impedir a poluição de qualquer parte do meio ambiente e não permitir o aumento de substâncias radioativas, tóxicas ou outras substâncias perigosas.

Evitar atividades militares que causem dano ao meio ambiente.

7. Adotar padrões de produção, consumo e reprodução que protejam as capacidades regenerativas da Terra, os direitos humanos e o bem-estar comunitário.



Reduzir, reutilizar e reciclar materiais usados nos sistemas de produção e consumo e garantir que os resíduos possam ser assimilados pelos sistemas ecológicos.

Atuar com moderação e eficiência no uso de energia e contar cada vez mais com fontes energéticas renováveis, como a energia solar e do vento.

Promover o desenvolvimento, a adoção e a transferência eqüitativa de tecnologias

ambientais seguras.

Incluir totalmente os custos ambientais e sociais de bens e serviços no preço de venda e habilitar os consumidores a identificar produtos que satisfaçam às mais altas normas sociais e ambientais.

Garantir acesso universal à assistência de saúde que fomente a saúde reprodutiva e a reprodução responsável.

Adotar estilos de vida que acentuem a qualidade de vida e subsistência material num mundo finito.

8. Avançar o estudo da sustentabilidade ecológica e promover o intercâmbio aberto e aplicação ampla do conhecimento adquirido.



Apoiar a cooperação científica e técnica internacional relacionada à sustentabilidade, com especial atenção às necessidades das nações em desenvolvimento.

Reconhecer e preservar os conhecimentos tradicionais e a sabedoria espiritual em todas as culturas que contribuem para a proteção ambiental e o bem-estar humano.

Garantir que informações de vital importância para a saúde humana e para a proteção ambiental, incluindo informação genética, permaneçam disponíveis ao domínio público.

III. JUSTIÇA SOCIAL E ECONÔMICA





9. Erradicar a pobreza como um imperativo ético, social e ambiental.



Garantir o direito à água potável, ao ar puro, à segurança alimentar, aos solos não contaminados, ao abrigo e saneamento seguro, alocando os recursos nacionais e internacionais demandados.

Prover cada ser humano de educação e recursos para assegurar uma condição de vida sustentável e proporcionar seguro social e segurança coletiva aos que não são capazes de se manter por conta própria.

Reconhecer os ignorados, proteger os vulneráveis, servir àqueles que sofrem e habilitá-los a desenvolverem suas capacidades e alcançarem suas aspirações.

10. Garantir que as atividades e instituições econômicas em todos os níveis promovam o desenvolvimento humano de forma eqüitativa e sustentável.



Promover a distribuição eqüitativa da riqueza dentro das e entre as nações.

Incrementar os recursos intelectuais, financeiros, técnicos e sociais das nações em desenvolvimento e liberá-las de dívidas internacionais onerosas.

Assegurar que todas as transações comerciais apóiem o uso de recursos sustentáveis, a proteção ambiental e normas trabalhistas progressistas.

Exigir que corporações multinacionais e organizações financeiras internacionais

atuem com transparência em benefício do bem comum e responsabilizá-las pelas

conseqüências de suas atividades.

11. Afirmar a igualdade e a eqüidade dos gêneros como pré-requisitos para o desenvolvimento sustentável e assegurar o acesso universal à educação, assistência de saúde e às oportunidades econômicas.



Assegurar os direitos humanos das mulheres e das meninas e acabar com toda violência contra elas.

Promover a participação ativa das mulheres em todos os aspectos da vida econômica, política, civil, social e cultural como parceiras plenas e paritárias, tomadoras de decisão, líderes e beneficiárias.

Fortalecer as famílias e garantir a segurança e o carinho de todos os membros da

família.

12. Defender, sem discriminação, os direitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espiritual, com especial atenção aos direitos dos povos indígenas e minorias.



Eliminar a discriminação em todas as suas formas, como as baseadas em raça, cor, gênero, orientação sexual, religião, idioma e origem nacional, étnica ou social.

Afirmar o direito dos povos indígenas à sua espiritualidade, conhecimentos, terras e recursos, assim como às suas práticas relacionadas com condições de vida sustentáveis.

Honrar e apoiar os jovens das nossas comunidades, habilitando-os a cumprir seu

papel essencial na criação de sociedades sustentáveis.

Proteger e restaurar lugares notáveis pelo significado cultural e espiritual.

IV. DEMOCRACIA, NÃO-VIOLÊNCIA E PAZ



13. Fortalecer as instituições democráticas em todos os níveis e prover transparência e responsabilização no exercício do governo, participação inclusiva na tomada de decisões e acesso à justiça.





Defender o direito de todas as pessoas receberem informação clara e oportuna sobre assuntos ambientais e todos os planos de desenvolvimento e atividades que possam afetá-las ou nos quais tenham interesse.

Apoiar sociedades civis locais, regionais e globais e promover a participação significativa de todos os indivíduos e organizações interessados na tomada de decisões.

Proteger os direitos à liberdade de opinião, de expressão, de reunião pacífica, de associação e de oposição.

Instituir o acesso efetivo e eficiente a procedimentos judiciais administrativos e independentes, incluindo retificação e compensação por danos ambientais e pela ameaça de tais danos.

Eliminar a corrupção em todas as instituições públicas e privadas.

Fortalecer as comunidades locais, habilitando-as a cuidar dos seus próprios ambientes, e atribuir responsabilidades ambientais aos níveis governamentais onde possam ser cumpridas mais efetivamente.

14. Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável.



Prover a todos, especialmente a crianças e jovens, oportunidades educativas que lhes permitam contribuir ativamente para o desenvolvimento sustentável.

Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade.

Intensificar o papel dos meios de comunicação de massa no aumento da conscientização sobre os desafios ecológicos e sociais.

Reconhecer a importância da educação moral e espiritual para uma condição de vida sustentável.

15. Tratar todos os seres vivos com respeito e consideração.



Impedir crueldades aos animais mantidos em sociedades humanas e protegê-los de sofrimento.

Proteger animais selvagens de métodos de caça, armadilhas e pesca que causem sofrimento extremo, prolongado ou evitável.

Evitar ou eliminar ao máximo possível a captura ou destruição de espécies não visadas.

16. Promover uma cultura de tolerância, não-violência e paz.



Estimular e apoiar o entendimento mútuo, a solidariedade e a cooperação entre todas as pessoas, dentro das e entre as nações.

Implementar estratégias amplas para prevenir conflitos violentos e usar a colaboração na resolução de problemas para administrar e resolver conflitos ambientais e outras disputas.

Desmilitarizar os sistemas de segurança nacional até o nível de uma postura defensiva não-provocativa e converter os recursos militares para propósitos pacíficos, incluindo restauração ecológica.

Eliminar armas nucleares, biológicas e tóxicas e outras armas de destruição em

massa.

Assegurar que o uso do espaço orbital e cósmico ajude a proteção ambiental e a paz.

Reconhecer que a paz é a plenitude criada por relações corretas consigo mesmo, com outras pessoas, outras culturas, outras vidas, com a Terra e com a totalidade maior da qual somos parte.

O CAMINHO ADIANTE



Como nunca antes na História, o destino comum nos conclama a buscar um novo começo. Tal renovação é a promessa destes princípios da Carta da Terra. Para cumprir esta promessa, temos que nos comprometer a adotar e promover os valores e objetivos da Carta.



Isto requer uma mudança na mente e no coração. Requer um novo sentido de interdependência global e de responsabilidade universal. Devemos desenvolver e aplicar com imaginação a visão de um modo de vida sustentável nos níveis local, nacional, regional e global. Nossa diversidade cultural é uma herança preciosa e diferentes culturas encontrarão suas próprias e distintas formas de realizar esta visão. Devemos aprofundar e expandir o diálogo global que gerou a Carta da Terra, porque temos muito que aprender a partir da busca conjunta em andamento por verdade e sabedoria.



A vida muitas vezes envolve tensões entre valores importantes. Isto pode significar escolhas difíceis. Entretanto, necessitamos encontrar caminhos para harmonizar a diversidade com a unidade, o exercício da liberdade com o bem comum, objetivos de curto prazo com metas de longo prazo. Todo indivíduo, família, organização e comunidade tem um papel vital a desempenhar. As artes, as ciências, as religiões, as instituições educativas, os meios de comunicação, as empresas, as organizações não-governamentais e os governos são todos chamados a oferecer uma liderança criativa. A parceria entre governo, sociedade civil e empresas é essencial para uma governabilidade efetiva.



Para construir uma comunidade global sustentável, as nações do mundo devem renovar seu compromisso com as Nações Unidas, cumprir com suas obrigações respeitando os acordos internacionais existentes e apoiar a implementação dos princípios da Carta da Terra com um instrumento internacionalmente legalizado e contratual sobre o ambiente e o desenvolvimento.

Que o nosso tempo seja lembrado pelo despertar de uma nova reverência face à vida, pelo compromisso firme de alcançar a sustentabilidade, a intensificação dos esforços pela justiça e pela paz e a alegre celebração da vida.

8 de abril de 2011

Como a Ciência vê o Reiki

Pela OMS Organização Mundial da Saúde
Pesquisas científicas na área de imposição das mãos vem sendo feitas há algum tempo. Há agora algumas experiências que validam e comprovam o tratamento com REIKI como técnica de cura. Alguns dos resultados mais interessantes dessas pesquisas demonstram que os resultados estão cada vez mais positivos hoje em dia.
Quase todos os hospitais e centros de saúde pesquisaram e utilizam a técnica. Um dos exemplos dessas pesquisas: "Cura por Reiki - Uma Perspectiva Fisiológica". Em seu estudo, quarenta e oito pessoas compuseram o grupo experimental, enquanto dez, o de controle. Os grupos tiveram amostras de sangue retiradas no princípio e término da experiência. O grupo experimental recebeu tratamento com Reiki. O grupo de controle não recebeu o tratamento com Reiki.
Das amostras de sangue foram analisados a hemoglobina e o hematócrito. Hemoglobina é a célula vermelha do sangue que leva oxigênio. Hematócrito é a relação das células vermelhas do sangue com o volume total de sangue. As pessoas do grupo experimental que receberam o Reiki, tiveram mudança significativa nesses valores com 28% sofrendo um aumento e o resto uma diminuição. As pessoas do grupo de controle não tiveram mudança significativa. As alterações, aumento ou diminuição, são consistentes com o tratamento com Reiki que é trazer equilíbrio para uma boa saúde.
Uma paciente teve 20% de aumento nesses valores. Ela continuou tratando-se 3 vezes por semana com Reiki e depois de três meses o aumento foi mantido. A paciente vinha de um quadro de anemia por deficiência de ferro.
Outra experiência demonstrou aumento nos valores de hemoglobina, conduzida pela médica Otelia Bengssten, em um grupo de setenta e nove pacientes com diagnósticos de pancreatite, tumor cerebral, enfisema, desordens endócrinas múltiplas, artrite reumática e parada cardíaca. O tratamento de Reiki foi feito em quarenta e seis pacientes, sendo trinta e três os de controle. Os pacientes mostraram aumentos significativos nos valores de hemoglobina. A maioria dos pacientes informou melhoras ou desaparecimento completo dos sintomas.
Esta experiência e a anterior demonstraram que as aplicações de Reiki produzem melhoras biológicas.
Outra experiência foi efetuada por Janet Quinn, diretora assistente de enfermagem na Universidade da Carolina do Sul. A meta dessa experiência era eliminar o efeito placebo. Trinta pacientes de coração receberam vinte perguntas de um teste psicológico para determinar o nível de ansiedade. Eles foram tratados com Reiki. Um grupo de controle de pacientes também foi tratado com tratamentos alopáticos à base de remédios convencionais. No primeiro grupo dezessete por cento teve o nível de ansiedade diminuído depois de cinco minutos de tratamento; o outro grupo não apresentou nenhuma modificação.
Daniel Wirth de Ciências Internacional de Cura em Orinda, Califórnia, conduziu um experimento controlado usando o Reiki. Quarenta e quatro estudantes da faculdade, do sexo masculino, com diversos e diferentes quadros. Todos os quarenta e quatro estudantes receberam a administração do Reiki. Foi-lhes informado que o experimento era sobre a condutividade elétrica do corpo. Ninguém sabia que a experiência era sobre cura. No oitavo e décimo sexto dia foram feitas avaliações de cada um sobre comportamentos emocionais e dores ou problemas físicos. Depois de oito semanas, esse grupo tratado sentiam diferenças em seus corpos, como mais disposição, bem estar, mais clareza mental, dormindo muito melhor.
Dr. John Zimmerman da Universidade de Colorado usando um SQUID (Dispositivo Supercondutor de Interferência Quântica) descobriu que campos magnéticos são criados ao redor das mãos de aplicadores e terapeutas de Reiki. As freqüências dos campos magnéticos que cercam as mãos dos reikianos eram de ondas dos tipos alfa e gama semelhantes às observadas no cérebro de meditadores.
Dr. Barnard Grad da Universidade de McGill em Montreal usa sementes de cevada para testar o efeito de energias curativas psíquicas em plantas. As sementes foram plantadas e regadas com uma solução salina que retarda o crescimento. Uma parte das sementes, lacradas em um recipiente, foi regada com a solução energizada por um reikiano durante quinze minutos e outra não foi. A pessoa que molhava as plantas não sabia qual grupo estava sendo aguado com a solução energizada com o Reiki e qual não estava. As plantas regadas com a solução salina cresceram mais rapidamente e mais saudáveis, com 25% mais peso e um teor de clorofila mais alto.
Estas experiências envolvendo plantas, além de confirmarem a natureza da cura psíquica, confirmam a antiga compreensão metafísica de que energias curativas podem ser armazenadas em água para uso futuro.
Em outra experiência envolvendo a curadora psíquica Olga Worrall, o Dr. Robert Miller usou um transdutor eletromecânico para medir a taxa de crescimento microscópica de grama de centeio. O dispositivo usado tem uma precisão de milésimos de polegada por hora. O Dr. Miller fez a experiência em seu laboratório, fechando em seguida a porta para eliminar qualquer perturbação. Foi pedido a Olga, que se encontrava a mais de 600 milhas, para rezar e postar as energias das mãos à distância, para a planta da experiência exatamente às 21 horas. Quando o Dr. Miller voltou ao laboratório no dia seguinte, o equipamento de teste tinha registrado crescimento contínuo normal de 6, 25 milésimos de polegada por hora até às 21 horas. Naquele momento, o registro começou a divergir para cima e tinha subido a 52, 5 milésimos de polegada por hora que correspondia a um aumento de 840%! Esta taxa de crescimento permaneceu até de manhã quando diminuiu, mas nunca para seu nível original.
O grupo de Spindrift fez extensas pesquisas envolvendo oração, Reiki e plantas. Os resultados indicaram que as plantas para as quais as rezas e o Reiki foram dirigidas crescem mais rapidamente e são mais saudáveis em comparação com as que não receberam, embora as condições sejam iguais para ambos os grupos de plantas.
Mais experiências estão sendo feitas e teorias científicas desenvolvidas para descrever o Reiki como técnica de cura. O desenvolvimento de equipamentos mais sensíveis permitirá à ciência entender, validar e praticar a realidade do tratamento com Reiki. Com isso veremos um uso crescente do Reiki individualmente, na família, em hospitais e consultórios. Um conhecimento mais profundo da natureza da saúde e da unidade de toda a vida redescobrirá a velha sabedoria que diminuirá o sofrimento, tornando a vida na Terra mais agradável e promovendo a cura do planeta.
Por William Lee Rand
Fonte: Reiki News Magazine